Evair vê ausência de "camisas 9" e diz que Seleção perdeu emoção

Evair fala sobre carência de centroavantes

O futebol brasileiro atualmente está sendo questionado. Será que continuamos a produzir os melhores jogadores, ou em algumas posições faltam atletas de qualidade? Uma posição de que os clubes reclamam é a de um camisa 9, aquele que segura o zagueiro, conclui a jogada e é o artilheiro da equipe.

O site conversou com Evair, um jogador que foi referência como centroavante quando vestiu as camisas de Guarani, Palmeiras, Vasco e outras equipes do Brasil e do exterior.

Para o ex-jogador, é clara a falta de um grande definidor. "Dentro do Brasil, temos uma carência de centroavantes. E, dos poucos que temos, alguns estão com jejum de gols", afirmou.

Atualmente trabalhando como treinador, Evair lembra que na sua época a concorrência era grande. "Tive a oportunidade de acompanhar o Careca, o Van Basten, jogadores de muita qualidade", resumiu o artilheiro.

Para ele, é necessário melhorar o trabalho nas categorias de base, para que os clubes voltem a revelar bons definidores, e também incentivá-los quando ascendem ao time profissional.

Além de constatar a falta de bons centroavantes, Evair está decepcionado com o atual momento da Seleção Brasileira. "Ficar na televisão para ver a Seleção jogar era obrigação, mas hoje não tem aquela emoção, a jogada de gol, a criatividade", admitiu o ex-atleta, que ficou marcado pela elegância na hora de colocar a bola para a rede.



Fonte: Terra, www.terra.com.br