Evento-teste na Arena agrada ao Timão, mas é quase nulo à Copa

Evento-teste na Arena agrada ao Timão, mas é quase nulo à Copa

Palco da abertura do Mundial recebe cerca de 5 mil crianças para testar som, alimentação e banheiros, mas não recorre ao padrão Fifa utilizado no torn

A Arena Corinthians teve seu primeiro evento-teste realizado na manhã deste sábado. Protagonizado por cerca de cinco mil pessoas, em sua maioria absoluta de crianças, ele agradou ao clube numa avaliação inicial, mas pouco serviu ao que diz respeito à organização da Copa do Mundo, cuja abertura, no dia 12 de junho, entre Brasil e Croácia, será disputada no estádio.

Foram testados procedimentos operacionais, como acesso ao estádio, passagem por catracas, utilização de banheiros e da lanchonete. Apenas o setor Leste, que terá capacidade para 10 mil pessoas, foi aberto. Quase nada, entretanto, lembrou o que se passa num dia de jogo de Copa do Mundo. Nada foi espontâneo, nem mesmo entre o público, animado por um orientador que determinava até a hora de fazerem ?ôla?. Já o potente sistema de som que será usado no Mundial funcionou perfeitamente e interagiu com as crianças.

Também partiu dele a liberação para que as pessoas pudessem ir à lanchonete. A reportagem acompanhou um senhor desde o momento em que ele entrou na fila até retirar seu kit. Foram seis minutos e 40 segundos. Só que o kit já estava pronto. Num jogo normal, cada torcedor terá de escolher o que quer, pedir, esperar e pagar. O processo será mais lento. Por outro lado, haverá mais lanchonetes espalhadas.


Evento-teste na Arena agrada ao Timão, mas é quase nulo para Copa

Apesar de serem muitas crianças, a entrada no estádio foi tranquila. Todas estavam acompanhadas por monitores, ou das escolinhas do clube ou dos locais onde estudam. Houve desde escolas públicas até academias de boxe. As catracas funcionaram bem. Isso é um alento no que diz respeito ao Mundial, já que, segundo o diretor de operações do Corinthians, Lúcio Blanco, a tecnologia utilizada, tanto dos ingressos quanto das catracas, será a mesma.

A ideia do Corinthians é que a partida contra o Figueirense, no dia 18 de maio, seja o evento-teste mais próximo do que vai ocorrer na Copa do Mundo. É possível que seja feita uma interdição em torno do estádio no mesmo perímetro exigido pela Fifa, por exemplo. No entanto, será impossível operar exatamente da mesma forma em aspectos como localização de jornalistas, por exemplo. No Campeonato Brasileiro, há acessos ao gramado que não são permitidos no Mundial.


Evento-teste na Arena agrada ao Timão, mas é quase nulo para Copa

O evento tanto não reproduziu uma data Fifa que ninguém da entidade, ou do COL, compareceu à Arena na manhã deste sábado. Segundo Blanco, representantes de empresas terceirizadas que vão atuar em setores como segurança e limpeza acompanharam de perto para detectarem possíveis problemas.

- Avaliamos o teste como extremamente positivo desde a chegada das crianças até o estacionamento dos ônibus, a entrada das crianças, a entrega dos lanches. A parte de orientação de público está sendo boa. Depois, sem essa adrenalina, faremos uma avaliação mais profunda, mas entendemos como positivo.


Evento-teste na Arena agrada ao Timão, mas é quase nulo para Copa

Fonte: Globo Esporte