Ex-corintiano é chamado de "mau caráter" na Argentina

Ex-corintiano é chamado de "mau caráter" na Argentina

Tudo começou durante o confronto de domingo, no Estádio Diego Armando Maradona.

Conhecido pelo seu jogo ríspido, o ex-corintiano Sergio Escudero foi chamado de "um jogador mau caráter" pelo atacante do Belgrano, César Pereya, segundo o diário Olé. O atleta do time de Córdoba teve o tornozelo direito quebrado no confronto entre as duas equipes no último domingo e está fora do Torneio Clausura do campeonato local.

Tudo começou durante o confronto de domingo, no Estádio Diego Armando Maradona. Aos 24min do primeiro tempo, Pereyra foi atingido por Juan Sabia, que deixou o campo após receber o cartão vermelho. O atacante do Belgrano ainda continuou em campo e teve a lesão confirmada depois da partida. Irritado, o jogador chamou o "Argentinos como equipe mais mau caráter do futebol argentino".

Escudero tomou as dores da equipe e afirmou que "futebol é um jogo de homens". Irritado, o defensor acusou Pereyra de "não respeitar o código dos jogadores", pois questão como essas "devem ficar no campo". O jogador ainda declarou que a equipe do Argentino Juniors "não é mau caráter" e que o atleta do Belgrano se "também comportou mal durante a partida".

César Pereyra operou o tornozelo nesta quarta-feira e deve ficar pelo menos seis semanas com a perna imobilizada. Mesmo assim, Escudero já planejou um reencontro com o adversário e afirmou que vai "jogar como faz sempre: forte, mas com lealdade e vou demonstrar que sou melhor pessoa que ele".

Mesmo no hospital, Pereyra continua a guerra de palavras ao afirmar em entrevista à Rádio La Red que "Escudero é o menos indicado para falar, pois é um dos jogadores mais mau caráter do futebol argentino pelo que demonstra no campo". O atleta do Belgrano também declarou que recebeu ameaças dos atletas do Argentinos Juniors durante a partida de que sua "perna ficaria suspensa".

Contratado pelo Corinthians em 2010 depois de uma boa Copa Sul-Americana no Argentino Juniors - inclusive com um gol sobre o Palmeiras no Palestra Itália, Sergio Escudero chegou para ser uma solução defensiva da equipe de Mano Menezes. No Brasil, o atleta ficou marcado pelo excesso de cartões amarelos recebidos e, assim, foi preterido da lista de jogadores que disputaram a Copa Libertadores daquele ano. Sem espaço na equipe de Parque São Jorge, o zagueiro/lateral esquerdo voltou para o time de Buenos Aires.

Fonte: Terra