Ex-craques de Fla e Timão fazem as apostas

Zagueiros alertam para os perigos de Ronaldo e Adriano

Em um clássico com o foco quase totalmente direcionado para o duelo entre Ronaldo e Adriano no ataque, os defensores também ganham importância, já que caberá a eles evitar os gols dos badalados atacantes. E ninguém melhor para falar do assunto do que dois xerifes do passado recente de Corinthians e Flamengo. Nos anos 90, o paraguaio Gamarra se consagrou como ídolo das duas torcidas. A partir de 2000, Fábio Luciano virou o nome da vez na zaga para as duas equipes.

Para o brasileiro, o confronto entre Timão e Fla - que terá seus primeiros 90 minutos disputados nesta quarta-feira, no Maracanã - tem gostinho de decisão. Ele aposta no equilíbrio, apesar da disparidade entre os times na primeira fase, com o Corinthians em primeiro na classificação geral, e o Flamengo, em último.

- Pela qualidade técnica e pela força das equipes, este jogo era para ser realizado na decisão da Libertadores. O Flamengo acabou tropeçando na primeira fase e ficando em uma posição inesperada, mas o mais importante era a classificação. Com essas equipes, tudo o que aconteceu antes fica para trás. As torcidas se motivam da mesma forma, e a situação se equipara. Acredito que as equipes vão vencer em casa ? comentou Fábio Luciano.

É comum dizer que não há favorito num clássico. No entanto, mesmo hesitando antes de responder, para o paraguaio Gamarra há, sim, um time que leva vantagem.

- Vão ser jogos muito complicados. O Flamengo se classificou como o pior e o Corinthians como o melhor, mas em um clássico como esse não importa. Tudo será decidido nos detalhes. É difícil dar um palpite, mas acho que dá Corinthians. O momento do time é melhor - afirmou.





Fonte: Globo Esporte