Ex-são-paulino toma calote e quer voltar para o Brasil

Ex-são-paulino toma calote e quer voltar para o Brasil

Alex Bruno, quando jogava no Atlético Mineiro, tenta desarmar Fernandão

?Não dá mais não. Vou voltar?. A frase, longe de pertencer a um jogador que está no exterior há bastante tempo, foi dita por Alex Bruno. No início do ano, ele assinou contrato com o Nacional da Ilha da Madeira, oitavo colocado do Campeonato Português. Está decepcionado.

O zagueiro de 28 anos, campeão mundial interclubes pelo São Paulo - com passagens por Botafogo, Figueiresnse e Atlético Mineiro -, não aguenta mais sua primeira experiência fora do Brasil. ?Vou embora, se Deus quiser?, afirmou ao Blog do Boleiro. O motivo dessa vontade toda é um só: calote.

O clube português deve 80% das luvas que prometeu pagar quando comprou metade dos direitos econômicos de Alex. ?Eles me deram 20 mil euros e até hoje não completaram o resto?, revelou. O Nacional deve, só neste item, 80 mil euros.

Nos últimos quatro meses, o clube madeirense deixou de pagar a parte do salário que é depositada diretamente em um banco no Brasil. ?Eu recebo assim: um tanto aqui em Portugal e outro tanto no Brasil. Da parte daqui, eles me devem dois meses?, disse.

Desde julho, o Nacional não cumpre outro item do contrato. ?Eles não pagaram o aluguel do apartamento onde moro. Estou bancando do meu bolso?, contou.

A história de Alex Bruno no clube de Funchal não é das mais felizes. Ele foi contratado em janeiro. Jogou como titular. Em abril, sentiu uma lesão na região do púbis. Pediu autorização e foi liberado pelo clube português para se tratar no Brasil, com o médico Marcelo Cavalheiro.

Durante dois meses (maio e junho), ele fez o tratamento, mas constatou que o Nacional tinha cessado o pagamento da parte brasileira do salário. Quando voltou, ouviu dos dirigentes que ele poderia esquecer o que deixou de receber. ?Eles não quiseram pagar o tratamento, mas como fui eu que quis ir ao Brasil, arquei com as despesas. Mas o salário também não veio?, falou Alex.

O jogador procurou o presidente Rui Antonio Macedo Alves, que prometeu pagar o que devia. ?E não pagou até hoje. A conversa foi no começo de outubro?, disse Alex. O Nacional depositou a parte do salário de outubro que é paga em Portugal. E só.

Decepcionado, Alex chegou a parar de treinar com o time, alegando uma contusão inexistente no pé. ?Eles nem pediram para examinar e nem deram bola. Fiz isso em protesto, mas vi que não adiantaria e voltei a treinar?, contou.

Depois de participar de dois amistosos com os reservas do Nacional, Alex Bruno foi relacionado para o jogo deste sábado contra o Paços de Ferreira. O técnico sérvio Predrag Jokanovic quer vê-lo jogando. ?Os titulares são dois brasileiros, Felipe Lopes e Danielson. Eles estão bem?, disse Alex.

Mas, por enquanto, mesmo que ganhe uma chance de voltar a ser titular, Alex decidiu que vai embora no final do ano. O contrato com o Nacional é de três temporadas, mas o atleta pretende retornar ao Brasil. ?Nunca fizeram sacanagem comigo no Brasil. Esta foi a primeira vez que venho jogar na Europa. Estou decepcionado?.

Fonte: Terra, www.terra.com.br