Técnico diz que Milan é mais forte sem Ronaldinho

Luiz Fernández teve problemas com o brasileiro no Paris Saint-Germain

Primeiro técnico de Ronaldinho Gaúcho no futebol europeu, o francês Luiz Fernandez não esqueceu os problemas que teve com o craque no Paris Saint-Germain. Antigo desafeto do brasileiro, o atual treinador da seleção de Israel afirmou que o Milan joga melhor quando está sem o camisa 80 em campo.

- Ele é um excelente jogador, mas é óbvio que o Milan fica muito mais forte sem ele - disse Fernandez, que reclamou ainda que Ronaldinho se preocupa mais com a vida noturna do que com futebol.

O técnico lembrou a convivência com o ex-gremista entre 2001 e 2003, quando Ronaldinho atuou pelo PSG. Fernández chegou a barrar o craque do time titular diversas vezes, o que motivou a saída do atleta para o Milan.

- Ele se considerava melhor que os outros na equipe. Ele pensou que eu era idiota quando disse que não ia jogar. Eu nunca duvidei do seu talento, mas seu comportamento era ultrajante - concluiu.

Após um bom início de temporada com o Milan, que valeu até o retorno à Seleção Brasileira neste ano, Ronaldinho perdeu espaço com o técnico Massimiliano Allegri e tem ficado no banco. Com a contusão de Alexandre Pato, Robinho passou a ser titular ao lado de Ibrahimovic no ataque.

De férias em Porto Alegre, o camisa 80 do time italiano negocia a volta ao futebol brasileiro. Grêmio, Palmeiras e Flamengo sonham com o craque. O clube gaúcho garante já ter um acordo com o irmão e empresário do atleta, Assis, e diz que aguarda apenas a liberação do Milan.



Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com