Ex-xodó, Romarinho é blindado de cobranças e segue como titular

Ex-xodó, Romarinho é blindado de cobranças e segue como titular

Apesar do momento ruim e das cobranças vindas de fora, ele continua com a confiança da comissão técnica e deve voltar a figurar entre os titulares

O atacante Romarinho já foi xodó da torcida do Corinthians, mas hoje é um dos mais perseguidos durante a má fase da equipe treinada por Tite no Campeonato Brasileiro. Apesar do momento ruim e das cobranças vindas de fora, ele continua com a confiança da comissão técnica e deve voltar a figurar entre os titulares no jogo deste domingo contra o Vitória, às 17h (horário de Brasília), em Salvador.

Após cumprir suspensão no empate por 1 a 1 com o Santos, domingo passado, em Araraquara, Romarinho deve chegar à sua 63ª partida na temporada. Ele é, disparado, o atacante que mais atuou na temporada. Em todo o elenco, apenas o zagueiro Gil tem mais partidas no ano: 64. Muito cobrado, ele tem sido preservado por Tite, que confia em uma recuperação do atleta.

A comissão técnica entende que o trabalho tático de Romarinho é importante para a equipe, já que ele costuma compor o meio-campo quando o Corinthians não tem a bola, ajuda na marcação e também na transição para o ataque. Os gols decisivos de 2012, porém, sumiram. O atacante marcou apenas seis vezes na temporada. A queda de rendimento rendeu acusações de "baladeiro" em protesto realizado na tarde de quinta-feira, no CT Joaquim Grava.

Um dos líderes do elenco, o zagueiro Paulo André reconheceu que os protestos da torcida são pacíficos e válidos, mas preferiu não culpar um só jogador pela crise técnica vivida pelo Corinthians.

? É o momento de se preservar e evitar qualquer coisa que gere mais insatisfação na torcida. Somos um grupo, e estamos mais unidos para tentar retomar o padrão do primeiro semestre ? afirmou Paulo André, em entrevista na quarta-feira.

O momento de Romarinho é bem diferente daquele vivido ano passado, quando caiu nas graças da torcida pelo gol marcado na Bombonera, contra o Boca Juniors, na primeira final da Libertadores, e também por ter virado algoz do rival Palmeiras. No total, ele tem quatro gols em três jogos contra o Alviverde.

Com Romarinho, o time titular deve ser o seguinte: Walter, Edenílson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf e Guilherme; Romarinho, Douglas e Emerson; Renato Augusto.

Fonte: GloboEsporte