Exame aponta fratura, e Dedé não joga mais no Brasileirão 2012

Exame aponta fratura, e Dedé não joga mais no Brasileirão 2012

Exame do zagueiro aponta lesão na fíbula esquerda, que será imobilizada

Se não bastassem as quatro derrotas consecutivas, o Vasco terá uma baixa importantíssima na reta final do Campeonato Brasileiro. Um dos principais jogadores da equipe, o zagueiro Dedé sofreu pequena fratura na fíbula esquerda (confira o vídeo ao lado), constatada em exame realizado na tarde desta quinta-feira. Ele vai ficar pelo menos 30 dias com o local imobilizado. Assim, só poderá voltar aos gramados em 2013.

O médico Fernando Mattar explicou o problema, que foi ocasionado após uma forte pancada do joelho do atacante colorado Dagoberto no osso frontal (veja o vídeo acima). O camisa 26 cruz-maltino ainda tentou continuar em campo, porém, aos 12 minutos, caiu e pediu para sair. Ele foi substituído por Renato Silva, que deve formar a zaga da equipe com Douglas na reta final do Brasileirão. Depois da partida, Dedé deixou São Januário de muletas.

- Fizemos um exame de imagem e a tomografia de imediato. Na tomografia, já foi constatada uma fratura incompleta, ou seja, pequena, na fíbula da perna esquerda. Em princípio, é um tratamento conservador, com a imobilização, sem colocar carga no membro. E ele vai ficar 30 dias assim. Jogar esse ano, portanto, não tem mais condições. Depois desse período, vamos proceder um novo exame para ver se houve a cicatrização. Porém, o Dedé vai sofrer problemas de atrofia da panturrilha. A preparação é para estar presente no início da pré-temporada - disse.

A fíbula é um dos ossos que compõem a parte inferior da perna, entre o joelho e o pé. Anteriormente chamada de perônio, a fíbula constitui a face lateral da perna.

No início da noite, o jogador da Seleção Brasileira se manifestou através de sua conta no Twitter. Depois de postar uma cara triste, ele agradeceu o apoio que recebeu dos vascaínos na rede social. Mais tarde, soltou um comunicado via assessoria de imprensa.

Dedé, que já havia ficado dois meses fora dos campos no primeiro semestre, disputou 38 jogos pelo Vasco este ano. Em 2011, foram 60 partidas

- Ninguém escolhe momento para se machucar, mas este, com certeza, não era o momento. Queria estar com os companheiros nesta reta final e ajudar o time a voltar a vencer no Brasileiro. Estou triste, mas ciente que quero voltar bem para começar janeiro sem qualquer problema físico ou muscular. Tenho certeza de que vou sofrer mais no sofá do que dentro de campo. Infelizmente, só me resta torcer pelo time - disse o zagueiro, que passará a primeira parte da recuperação com a família em Volta Redonda, cidade do sul Fluminense do Rio de Janeiro.

Com a lesão, Dedé também vai desfalcar a Seleção nas últimas partidas do ano, contra a Colômbia, dia 14 de novembro, em Nova Jersey, e a Argentina, dia 21 de novembro, em Buenos Aires.

Vasco 6 últimas rodadas (Foto: Editoria de Arte / Globoesporte.com)

Esta é a segunda contusão grave do zagueiro nesta temporada. No início do ano, ele sofreu um edema na mesma perna esquerda que o deixou fora dos campos por dois meses, inclusive nas fases de mata-mata da Libertadores. Com a camisa vascaína, Dedé disputou este ano 38 jogos. Em 2011, ele defendeu o clube 60 vezes. O médico descartou relação dos problemas.

- Foi uma lesão por estresse, até no mesmo setor do corpo, mas não são iguais e não têm interferência nenhuma. Ele vinha atuando normalmente e infelizmente essas coisas acontecem - comentou.

O Vasco ocupa a quinta colocação do Brasileirão, com 50 pontos, e ainda sonha com uma vaga no G-4. No sábado, a equipe pega o Corinthians, às 16h20m (de Brasília), no Pacaembu.

Fonte: GloboEsporte.com