Exame mostra evolução e preparador garante Pato em condições no retorno

Preparador físico do Corinthians assegura que atacante está em plenas condições para se manter entre os titulares no segundo semestre

O atacante Alexandre Pato chegou ao Corinthians sob total desconfiança. Com um extenso histórico de lesões nos cinco anos em que jogou no Milan, da Itália, o jogador teve de superar a fama de musculatura ?frágil? para se firmar no retorno ao Brasil. Seis meses após desembarcar em São Paulo por R$ 40 milhões, Pato evoluiu muito no aspecto físico. Foi o que comprovaram os exames feitos antes da intertemporada alvinegra.

Após uma semana de folga ? o Timão entrou em campo pela última vez no dia 8 de junho, quando empatou por 1 a 1 com a Portuguesa pelo Brasileirão ? o elenco voltou aos trabalhos na última segunda-feira. Os primeiros dois dias foram dedicados a exames e testes físicos. Pronto para o segundo semestre, Alexandre Pato agradou o preparador físico Fábio Mahseredjian, que exaltou o ótimo estado atual do atleta.

? O que eu posso afirmar é que as avaliações do Pato agora foram bem melhores do que quando ele chegou. Melhoraram os índices forma e potência anaeróbia. Está bem melhor agora. Além disso, quando a mente está boa o corpo responde melhor. Os treinamentos têm sido excelentes e os índices fisiológicos bem melhores ? analisou o profissional.

Na única atividade técnica com bola que o Corinthians fez na primeira semana, Alexandre Pato demonstrou desenvoltura: foi preciso nos cabeceios à queima-roupa e, de quebra, ainda fez um belo gol de bicicleta. Atualmente, ele sustenta um jejum de oito jogos sem balançar as redes em jogos oficiais, mas permanece como segundo maior artilheiro do Timão na temporada: sete gols, atrás apenas de Paolo Guerrero, que tem 12.

Assim como Pato, o meia Renato Augusto, também contratado no início da temporada, tem observação especial da comissão técnica. Após uma grave lesão muscular que o tirou dos gramados por mais de três meses, o jogador está pronto para fazer sua reestreia. Ainda assim, Fábio Mahseredjian adotou a cautela: Renato será monitorado de perto para evitar qualquer novo percalço em sua trajetória no Timão.

? Se o Renato mostrar índices que possam nos levar a essa conclusão, se o peso dele cair e não subir mais, se os sintomas de overtraining (excesso de treinos) aparecerem, podemos pedir para tirá-lo de um jogo ou outro. Essa decisão sai em conjunto ? esclareceu o preparador físico.

O Corinthians volta a campo no dia 3 de julho, quando enfrenta o São Paulo, no estádio do Morumbi, pelo jogo de ida da Recopa Sul-Americana. Após um início instável de Campeonato Brasileiro, do qual ocupa a 13ª colocação, com cinco pontos, o Timão volta a jogar pela competição nacional no dia 7 de julho, contra o Bahia, na Arena Fonte Nova.

Fonte: GloboEsporte