Expulso, brasileiro é vítima de racismo na Espanha e chora ao deixar o campo

Após receber seu segundo cartão amarelo, o zagueiro Paulão, do Betis, foi hostilizado pela torcida do próprio time.

O brasileiro Paulo Afonso Santos Junior, mais conhecido como Paulão, foi vítima de racismo na rodada deste domingo do Campeonato Espanhol. Expulso aos 41 minutos do primeiro tempo, após receber o segundo cartão amarelo, o zagueiro do Betis foi hostilizado pela torcida da própria equipe. Os torcedores fizeram gestos obscenos e imitaram macacos. Abalado com a atitude da arquibancada, o jogador de 31 anos deixou o campo do estádio Ramón Sánchez Pizjuán, em Sevilla, chorando. Veja a expulsão do atleta e a reação da torcida no vídeo.

O Betis foi derrotado pelo Sevilla por 4 a 0. Paulão defende o clube espanhol desde janeiro de 2012, quando chegou emprestado pelo Saint-Étienne. Em julho do ano passado, o zagueiro se desvinculou definitivamente do clube francês e assinou contrato de três temporadas com o Betis. Natural de Lagoa Santa (MG), o brasileiro também passou por equipes como Atlético-MG e Gama, no futebol brasileiro, e Braga, no futebol português.


Expulso, brasileiro é vítima de racismo na Espanha e chora ao deixar o campo

Expulso, brasileiro é vítima de racismo na Espanha e chora ao deixar o campo

Fonte: GloboEsporte