Felipão descarta escalar Obina e Barcos juntos "por enquanto"

Para o treinador, não existe ainda há possibilidade de escalar os dois.

Com Barcos já recuperado de uma cirurgia no apêndice, o técnico Luiz Felipe Scolari tem agora que decidir se volta a atuar com o argentino como titular ou se mantém Obina, recém-contratado, entre os 11 iniciais.



Para o treinador, não existe ainda há possibilidade de escalar os dois atacantes juntos por causa da falta de tempo para os treinos.

"O jogo é quinta, na sexta só vai a campo quem não jogou, e sábado é véspera do jogo. O que posso fazer de treinamento? Demora um pouco para que a gente possa adaptar uma situação para os dois jogarem juntos. Por enquanto, é difícil", disse Scolari.

No domingo, o Palmeiras encara o Cruzeiro, às 18h30, fora de casa, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador disse que ainda vai estudar a possibilidade de colocar Obina e Barcos juntos na mesma equipe.

"Eles podem entrar em algumas situações de jogo, mas espero ter pelo menos uns dois treinos na próxima semana para que a gente possa testar uma pequena adaptação no sistema. Com dois pontas de lança é preciso mudar um pouco a forma de jogar", afirmou.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br