Técnico Felipão teme enfrentar o Chile no início do mata-mata

Técnico Felipão teme enfrentar o Chile no início do mata-mata

Ele afirmou que seu maior temor é enfrentar o Chile no início do mata-mata.

Enfrentar Espanha ou Holanda logo nas oitavas de final da Copa do Mundo não amedronta o técnico Luiz Felipe Scolari. O treinador da seleção brasileira minimizou a possibilidade de enfrentar os finalistas do último Mundial e afirmou que seu maior temor é enfrentar o Chile no início do mata-mata.

"Tomara que o Chile não classifique. Prefiro qualquer outro, menos o Chile", disse Felipão, em entrevista à TV Globo. "Eu prefiro [pegar Espanha ou Holanda], porque [o Chile] é muito chato de jogar, é bem organizado. São inteligentes, tem um time bom e o sistema deles não encaixa no nosso. É melhor jogar com um europeu e pronto".

Apesar de falar sobre projeções para as oitavas de final, Felipão ressaltou seu foco nos primeiros três adversários do Brasil no Mundial. Croácia, México e Camarões serão os rivais da seleção brasileira no grupo A.

"A Croácia joga um futebol parecido com o nosso, trabalho de bola e boa criatividade. México continua sendo aquele adversário chato, tem aquela mística de complicar contra o Brasil. Camarões é uma seleção em que muitas vezes não existe consistência tática. Simplesmente jogam, é do futebol africano. É um estilo que temos que ter cuidado", afirmou Felipão.

O treinador ainda falou sobre a pressão de comandar a seleção anfitriã na busca pelo hexacampeonato. Scolari não crê que tenha aumentado a responsabilidade da equipe por afirmar em diversas ocasiões que o Brasil será campeão mundial.

"Não aumenta nem a minha [responsabilidade] nem a dos jogadores. Se fazemos um Mundial aqui dentro, o mínimo que a população espera é que a gente vá ganhar o campeonato. E, com o mesmo ambiente da Copa das Confederações, é difícil ganhar da gente aqui dentro", afirmou o técnico.

Fonte: UOL