Felipão é chamado de burro por tirar Oscar e não Hulk da partida

Felipão é chamado de burro por tirar Oscar e não Hulk da partida

O resultado deixa Felipão ainda sem vitória quando atuou com seu time principal

O técnico Luiz Felipe Scolari ouviu os primeiros gritos de burro desde o seu retorno à Seleção Brasileira. Depois de ouvir desde o primeiro tempo pedidos por Lucas, Felipão resolveu atender ao pedido das arquibancadas. Mas a escolha pela saída de Oscar e não de Hulk, o jogador mais vaiado da partida, fizeram grande parte do Maracanã dizer a adjetivo que acompanha muitos técnicos da Seleção.

Tanto que, ao tirar Hulk para a entrada do volante Fernando, a opção não só foi aprovada como aplaudida pelo estádio reinaugurado depois de dois anos e 10 meses de obras. No final, o empate por 2 a 2 diante da Inglaterra, para quem o Brasil perdeu em Wembley em fevereiro, foi bem recebido pela torcida, que aplaudiu em sua maioria a atuação brasileira.

O resultado deixa Felipão ainda sem vitória quando atuou com seu time principal. Além da derrota e empate para a Inglaterra, o Brasil empatou com Rússia e Itália quando atuou com sua força máxima. O empate com o Chile e a vitória sobre Bolívia foram conquistados apenas com jogadores que atuam no País.

Fonte: Terra