Felipão prepara uma bateria de testes psicológicos para novatos da seleção

A ideia do treinador é traçar um perfil de cada um dos seus escolhidos

Nos primeiros três dias de trabalho da seleção brasileira na preparação para a Copa, os 23 jogadores escolhidos por Luiz Felipe Scolari ficarão longe da bola. Além dos tradicionais exames médicos e da avaliação física, os atletas passarão por testes psicológicos a partir do dia 26 de maio, na Granja Comary, em Teresópolis. A ideia do treinador é traçar um perfil de cada um dos seus escolhidos.

Um dado em especial preocupa o técnico. A grande maioria do seu time é inexperiente em Copas do Mundo. Na equipe titular que venceu a Copa das Confederações em 2013 e que deve começar o Mundial apenas três jogadores, Júlio César, Fred e Daniel Alves, já disputaram partidas no torneio. O capitão da equipe, Thiago Silva, esteve na África do Sul, mas não entrou em campo.

Ramires, com certeza, e Maicon, disputando vaga com Rafinha, são outros com experiência em Copa no time de Felipão. Os demais jogadores reservas nunca foram para um Mundial.

Em conjunto com a psicóloga Regina Brandão, o técnico está trabalhando uma estratégia para preparar os jogadores para uma pressão inédita na carreira deles.

"A Regina estará com a sua equipe na Granja Comary. Vai trabalhar com eles psicologicamente. Quando o perfil é traçado, a Regina passa para mim e eu não passo para ninguém. Tenho guardado na minha casa o mesmo material de todos os clubes por onde passei", disse o técnico, em palestra nesta quinta-feira.

Felipão participou do simpósio "Futebol, psicologia e a produção do conhecimento", na Universidade São Judas, em São Paulo. O evento foi organizado por Regina Brandão, que trabalha com o técnico desde 1993.

"A psicologia tem um papel fantástico no futebol. Confesso que não era adepto, mas desde que comecei a trabalhar com ela tive bons resultados", afirmou.

Regina e sua equipe trabalharão na Granja Comary nos primeiros três dias da preparação do Brasil. Assim como aconteceu na Copa do Mundo de 2002, ela não acompanhará a equipe durante o torneio.

"O psicólogo da Regina na seleção sou eu. Ela me dá o norte, mas todo dia quem convive com eles sou eu", disse o Scolari.

Uma das estratégias adotadas pelo técnico até agora para dar segurança aos seus jogadores foi dar garantias a eles sobre a presença na Copa. Há duas semanas, Felipão à Europa e conversou com pelo menos oito jogadores que atuam na Inglaterra e na Alemanha.

"Conversamos com cinco jogadores em Londres e passamos a confiança. Falei para eles: vocês estão no meu grupo!", disse o técnico. A CBF confirma o encontro do treinador com David Luiz, Oscar, Willian, Ramires e Paulinho, em Londres.

O treinador também foi à Alemanha e conversou com Luiz Gustavo, Dante e Rafinha. Sobre esses, Felipão não deu pistas de uma possível convocação. A lista com os 23 jogadores da Copa será divulgada no dia 7 de maio.

Fonte: UOL