Felipão quer se despedir do futebol na Copa de 2014 e não descarta a seleção

Scolari planeja mais quatro anos de trabalho como técnico

O técnico Luiz Felipe Scolari vem planejamento com carinho o fim da sua carreira. Nesta quinta-feira, em entrevista ao jornal português "Record", ele afirma que seu desejo é terminar à frente de uma seleção na Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

- Gostaria de treinar uma seleção, seja qual for, no Mundial de 2014. Seria bom me despedir em grande estilo, na minha casa, no Brasil. Depois, cuido da minha vida - disse o técnico, que em 2006, após a Copa do Mundo da Alemanha, recusou a possibilidade de voltar a comandar a seleção brasileira.

No entanto, comandar o Brasil continua nos planos de Scolari. - Não estave na época, pelo menos uns anos atrás. Agora, dizer que não estou seria mentira. Mas nem de longe é prioridade. A seleção deixou ótimas recordações e não se tratou de medo de assumir. Foi uma escolha para aquele momento da minha vida e carreira - afirmou o treinador, que está no Brasil para as festas de fim de ano.

Felipão, que levou o Brasil à conquista do quinto título mundial, em 2002, diz que pretende trabalhar até os 65 anos. - Tenho 61 anos, quero trabalhar até os 65 como treinador. Tenho pensado muito a respeito disso. Não significa que deixarei o futebol. Posso assumir alguma função, desde que não me tome todo o tempo. Só não quero é ficar no banco, aguentando a pressão, embora sempre tenha gostado do que faço - disse o treinador do Bunyodkor.

Fonte: GloboEsporte