Felipe Luís revela desorganização na Seleção Brasileira com Dunga

Filipe Luis admite desorganização da Seleção na era Dunga

A Seleção Brasileira encara a Bolívia nesta quinta-feira, às 21h45 (horário de Brasília) com a missão de somar três pontos e, quem sabe, até assumir a liderança das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, já que o Uruguai tem apenas um ponto a mais. E para Felipe Luis, o Brasil está preparado até para a retranca que os bolivianos devem armar na Arena das Dunas, em Natal. Isso porque, na visão do lateral, Tite conseguiu ajustar uma "desorganização" que acontecia em campo quando Dunga era o técnico.

"Todo clube grande na Europa quer ter um contrato com alguém que possa fazer a diferença na hora de marcar o gol. Isso é raro e por isso os times trabalham tanto a parte tática e a jogada na lateral para cruzar para algum centroavante bom de cabeça. Aqui, nós temos vários desses craques", comparou o jogador do Atlético de Madrid.

"O que sempre foi difícil era conseguir uma solidez defensiva, uma solidez tática, e dar a bola para o ataque criar as chances de gols. A gente muitas vezes pecou pela desorganização, subimos com os dois laterais. Agora, vejo uma Seleção sólida, com essa criatividade, com esses craques que conseguem abrir uma defesa e, ao mesmo tempo, com a parte defensiva bem postada", explicou o jogador, evitando fazer críticas mais duras a Era Dunga.

Felipe Luís (Crédito: Divulgação)
Felipe Luís (Crédito: Divulgação)


Fonte: Terra