Felipe Massa acusa F1 de favorecer Hamilton

Felipe Massa acusa F1 de favorecer Hamilton

Fernando Alonso não foi o único a ficar revoltado com a demora na punição a Lewis Hamilton no GP da Europa. Ainda mais prejudicado que o espanhol, Felipe Massa não se mostrou tão incisivo quanto o companheiro de time, que disse que a corrida foi "manipulada", mas também não poupou críticas ao ocorrido.

"A diferença entre nós e Hamilton é que ele cometeu uma infração e nós não, mas a punição dada não teve efeito sobre o resultado. Acho que houve erros na maneira como esta situação foi conduzida", comentou Massa, em declarações distribuídas pela Ferrari. Em conversa com os jornalistas brasileiros em Valência, ele classificou a situação como "ridícula". "É a terceira ou quarta vez que favorecem o Hamilton por coisas que não tem que favorecer", apontou.

A infração de Hamilton aconteceu logo após o o acidente entre Mark Webber e Heikki Kovalainen, quando ele ultrapassou o safety car que saía dos boxes. Com a vantagem obtida, o campeão de 2008 conseguiu entrar nos boxes a tempo de não perder o segundo lugar, ao contrários dos ferraristas, que ficaram presos atrás do carro de segurança e caíram para o pelotão intermediário.

"Estávamos indo para a última curva quando, de repente, o safety car surgiu e eu vi pelos espelhos que os carros atrás de mim começaram a entrar nos pits: nossa chance de lutar pelo pódio virou fumaça naquele momento", descreveu Massa, que após algumas punições dadas a outros pilotos, terminou em 11º lugar. "Depois, a corrida virou praticamente uma procissão no tráfego, sem chance de mudar nada. Uma pena, pois realmente poderíamos ter ido bem", assegurou.

Fonte: Terra