Fernando Alonso se apega a vitórias sobre o "rival" Felipe Massa

"A única coisa que posso fazer é tentar bater meu companheiro, coisa que fiz cinco vezes em classificações e três em corridas", disse Alonso.

Sem condições de disputar uma corrida inteira no ritmo de Red Bull ou McLaren, um frustrado Fernando Alonso já escolheu seu principal rival para este começo de ano: seu companheiro de Ferrari, Felipe Massa.

"É muito frustrante fazer uma volta como a da classificação, depois largar bem e ficar em primeiro sabendo que aquilo é irreal", afirmou o ferrarista, que deu um show na largada para mais de 78 mil torcedores.

"A única coisa que posso fazer é tentar bater meu companheiro, coisa que fiz cinco vezes em classificações e três em corridas", disse Alonso, que, apesar de todo o esforço, primeiro com Sebastian Vettel e depois com Mark Webber, foi o quinto, uma volta atrás. "Eles [Red Bull] arrasaram com a gente nestas cinco primeiras corridas."

Para Massa, o final de semana na Espanha foi ainda pior. Pela segunda corrida seguida o brasileiro não marcou pontos e, consequentemente, caiu de sexto para oitavo na tabela.

No domingo, teve problemas no câmbio e nem completou a prova --era o décimo quando abandonou. "O maior problema da corrida foi que nosso carro simplesmente ficava impossível de se guiar com os pneus mais duros", lamentou Massa. "A gente perdia dois ou dois segundos e meio por volta com esses pneus", completou.

Quem também sofreu com o resultado final do GP da Espanha foi Stefano Domenicali, chefe da equipe. "Não vou negar que levar uma volta da concorrência dói", falou o dirigente. "Ainda mais depois de ver um piloto do calibre do Fernando fazer uma apresentação fenomenal na largada e ter segurado carros claramente mais velozes por tantas voltas", completou Domenicali.

Fonte: Folha.com