Ferrari diz que F1 está "artificial" e ameaça sair no fim de 2012

Ferrari diz que F1 está "artificial" e ameaça sair no fim de 2012

Luca di Montezemolo não descarta saída da Ferrari

Sem um título desde 2007, a Ferrari está descontente com a Fórmula 1. Em entrevista à revista Auto Bild, o presidente da escuderia, Luca di Montezemolo, afirmou que a categoria está "artificial", e não descarta a saída da equipe italiana ao final de 2012, quando o atual contrato se encerra.

O dirigente lembrou que o atual volante parece um "computador cheio de botões", e que os fãs não entendem mais a Fórmula 1. As críticas surgem no momento em que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) cogita usar motores com quatro cilindros a partir de 2013, com os quais a Ferrari não trabalha.

Montezemolo afirmou que a escuderia só seguirá na categoria de automobilismo se o esporte "devolver algo em relação ao desenvolvimento dos carros". Caso contrário, o presidente da Ferrari não vê problema em uma saída.

Fonte: Terra, www.terra.com.br