Ferrari é traída pela chuva na Malásia em treino oficial

Ferrari é traída pela chuva na Malásia em treino oficial

Felipe Massa divide a culpa com toda a equipe

A decisão de esperar a chuva diminuir custou caro a Felipe Massa. O brasileiro entrou tarde na pista, rodou, foi eliminado na primeira parte do treino classificatório (Q1) e vai largar em 21º no Grande Prêmio da Malásia. Mas o piloto da Ferrari fez questão de se incluir na hora de apontar de quem foi o erro. A Rede Globo transmite a corrida neste domingo, a partir das 5h (de Brasília).

- Houve um erro de todo mundo. Começou a chover antes da classificação e ficamos olhando a chuva. Estava muito forte, depois parou um pouco de chover e achamos que era a hora certa de sair. Era a hora certa, mas sem seguida começou a chover muito forte de novo. Foi um erro de todos. A decisão parte do piloto e dos engenheiros. Hoje todo mundo pensou igual - disse Felipe Massa, à TV Globo.

Fernando Alonso, em 19º, admitiu que espera chuva forte na corrida deste domingo, o que pode aumentar suas chances. O espanhol, no entanto, gostaria de pista seca.

- Aqui, com estes horários de corrida, sempre chove. A corrida terá várias mudanças, por isso precisamos dar o máximo e tentar recuperar o máximo de posições. Mas nunca quero chuva, porque não é o que todos querem ver. Coisas estranhas acontecem e tudo vira uma loteria.

Já Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, admitiu que sua equipe cometeu um erro de julgamento durante o treino classificatório para o GP da Malásia.

- Estamos muito decepcionados com o treino classificatório. Cometemos um erro de julgamento ao confiar na meteorologia. Quando saímos à pista, em vez de parar, a chuva piorou. Agora é fácil dizer que deveríamos ter saído imediatamente. Foi uma pena, porque tudo apontava que poderíamos andar bem e agora teremos de nos preparar para lutar contra o pelotão. Mas não vamos chorar antes da corrida. Vamos tentar marcar o maior número de pontos, aproveitando as oportunidades - diz.

Fonte: Globo Esporte