Festa do Corinthians em aeroporto termina em confusão e baderna

Festa do Corinthians em aeroporto termina em confusão e baderna

Cerca de 15 mil torcedores foram ao aeroporto se despedir do Timão; no fim, houve confronto com a PM, que usou cassetetes e bombas de gás

Uma multidão de torcedores do Corinthians tomou o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, para fazer festa e desejar boa sorte aos jogadores alvinegros, que embarcaram no começo da madrugada desta terça-feira para Dubai, nos Emirados Árabes, onde farão escala para o Japão, local da disputa do Mundial de Clubes. A festa corintiana foi destaque até no site da Fifa. No fim, porém, houve confusão. A Polícia Militar usou cassetetes e bombas de gás para tirar a multidão de corintianos do saguão do aeroporto.

Muitos torcedores foram a Cumbica em ônibus fretados por torcidas organizadas. Alguns, em atitude até irresponsável, penduraram-se do lado de fora dos ônibus. Cerca de 15 mil torcedores compareceram ao local, segundo estimativa da Polícia Miltar.


Festa da torcida corintiana em Cumbica termina em confusão

As ruas em volta do aeroporto ficaram completamente congestionadas. A delegação corintiana, que estava concentrada no CT Joaquim Grava, no Parque Ecológico, a seis quilômetros do aeroporto, deixou o local às 22h40.

Segundo a Polícia Militar, cerca de duas mil pessoas estavam na porta do CT e acompanharam o ônibus, como numa procissão. O trajeto durou 20 minutos. Às 23h01, o ônibus, que entrou no aeroporto por um portão lateral, estacionou próximo à grade onde estavam os torcedores.


Festa da torcida corintiana em Cumbica termina em confusão

A porta se abriu, e os jogadores começaram a descer, sendo saudados pelos torcedores. Muitos dos atletas, inclusive, desceram com câmeras na mão, registrando o momento, como Julio Cesar, Chicão e Guerrero. O clima era de festa. Parecia o Pacaembu.

No momento da chegada, porém, houve um princípio de tumulto. Alguns torcedores chegaram a entrar em conflito com os policiais que faziam um cordão de isolamento para o ônibus. Ninguém ficou ferido gravemente.


Festa da torcida corintiana em Cumbica termina em confusão

Após a entrada do ônibus na pista do aeroporto, os corintianos se deslocaram para o saguão e "decoraram" o local com faixas e bandeiras. Apesar da manifestação pacífica por parte da maioria, alguns torcedores soltaram bombas e dispararam jatos vindos de extintores de incêndio. A trilha sonora da festa teve o hino do Corinthians e músicas alusivas à queda do Palmeiras para a Série B do Campeonato Brasileiro.

A movimentação mais intensa no saguão durou cerca de 20 minutos, até o momento em que a Polícia Militar dispersou a multidão e controlou o acesso em todas as entradas de Cumbica. Por volta das 23h50m, os policiais conseguiram esvaziar a parte interna no aeroporto. Alguns voos saíram com atraso por conta do tumulto - muitos passageiros ficaram "presos" no meio da Fiel, sem poder realizar check-in e despachar bagagens.


Festa da torcida corintiana em Cumbica termina em confusão

A torcida que lotou o saguão migrou para o lado de fora, onde a festa continuou animada - e empurrada por uma bateria de uma torcida organizada. Às 0h30m, oficiais da Tropa de Choque foram destacados para fazer a triagem em todos os portões de acesso ao aeroporto. Com parte da torcida exaltada, a PM utilizou balas de borracha e bombas de gás de pimenta para dispersar a multidão corintiana.

A festa da torcida havia começado bem antes. Por volta das 14h, torcedores começaram a chegar ao CT Joaquim Grava. Lá, fizeram um churrasco, com direito a provocação aos rivais palmeirenses - assaram carne de porco, alusão ao mascote (não oficial) do Palmeiras.


Festa da torcida corintiana em Cumbica termina em confusão

Fonte: Globo Esporte