Fifa divulga pôster oficial da Copa com referências à cultura brasileira

Fifa divulga pôster oficial da Copa com referências à cultura brasileira

Cartaz representa duas pessoas disputando uma bola e conta com desenhos com referências a cada região do país, como frevo e Copacabana

A Fifa lançou nesta quarta-feira, no Rio de Janeiro, o pôster oficial da Copa do Mundo de 2014. A imagem é inspirada no mapa do Brasil, com o entorno do desenho repleto de peculiaridades de cada região do país, como o calçadão de Copacabana, o frevo, baianas, chimarrão e uma bola de futebol.

- O cartaz é um ótimo exemplo da grande capacidade criativa do Brasil. A proposta ganhadora sem dúvida servirá como um esplêndido cartão de visita para a Copa, que começará em 498 dias. Com muita emotividade, o cartaz destaca a importância e o brilho do torneio, assim como o fascínio gerado pelo futebol - disse o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke.

O pôster foi criado pela agência brasileira Crama, que contou com dois concorrentes, e a escolha foi feita por uma comissão julgadora formada por Valcke, pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, pelo presidente do COL, José Maria Marin, pelo artista plástico Romero Britto, e por Ronaldo e Bebeto, integrantes do conselho do COL.

- É diferente, brasileiro, criativo e ousado. Tem a nossa imensidão, capta nosso ritmo e nossas cores. À vitória! - afirmou Marta Suplicy.

Em um comunicado oficial lançado após a apresentação do pôster no Rio de Janeiro, a Fifa explicou a escolha: "A criação retrata a beleza e a diversidade do Brasil por meio de um desenho colorido, vibrante e carregado de emoção. O conceito criativo por trás do cartaz ? "Todo um país a serviço do futebol ? Brasil e futebol, uma identidade compartilhada" ? foi o que inspirou a Crama a pensar no desenho vencedor. Isso fica evidente em toda a peça, principalmente no detalhe das pernas dos jogadores disputando a bola e revelando ao mesmo tempo o mapa do Brasil".

A apresentação do pôster estava prevista inicialmente para ser em Brasília na última segunda-feira, data que marcou os 500 dias para o início da Copa do Mundo. Porém, o adiamento do evento ocorreu por conta da tragédia que ocorreu em Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Mais de 230 jovens morreram após incêndio em uma boate na cidade gaúcha.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, enviou uma carta de pêsames ao governo brasileiro por conta do ocorrido. Além disso, através do mandatário José Maria Marin, o Comitê Organizador Local (COL) e a CBF lamentaram o incidente que tirou a vida de centernas de pessoas.

Fonte: Globo Esporte