Figueirense bate Palmeiras por 2 a 1 e sonha com G-4

Com 47 pontos, na oitava colocação, o clube alvinegro está a apenas três pontos do Fluminense


Figueirense bate Palmeiras por 2 a 1 e sonha com G-4

O Figueirense chegou ao décimo jogo de invencibilidade no Brasileiro e fez mais uma vítima fora de casa. O surpreendente time do técnico Jorginho venceu o Palmeiras por 2 a 1, no Estádio do Canindé, neste sábado, pela 31ª rodada da torneio, com gols de Wellington Nem e Júlio César. No último lance, Ricardo Bueno descontou.

Com 47 pontos, na oitava colocação, o clube alvinegro está a apenas três pontos do Fluminense, que conquistaria vaga para a Libertadores no momento. São Paulo e Internacional ainda podem pontuar no complemento da rodada e embolar mais a briga pela vaga.

O Palmeiras junta-se a Grêmio, Santos, Cruzeiro, Corinthians e Atlético-MG, que também perderam para o Figueirense jogando em seus estádios.

Em situação oposta na tabela, a equipe alviverde completa seis jogos sem vitórias na Série A, em queda livre na tabela. Após a semana em que Felipão confirmou a postura de não querer contar com o atacante Kleber no elenco, os paulistas terminam o sábado na 13ª colocação, com 41 pontos, mostrando muitas limitações.

O Figueirense devolveu o resultado do primeiro turno, quando foi derrotado pelo Palmeiras por 1 a 0, no Orlando Scarpell. Mostrando mais organização durante todo o jogo, os catarinenses conquistaram a vitória com gols de Wellington Nem, aos 10min do primeiro tempo, e Júlio César, aos 30min da etapa final.

Na próxima rodada, o Palmeiras joga fora de casa, contra o Atlético-MG. No Orlando Scarpelli, os catarinenses receberam o Bahia.

O jogo

Jogando para um público pequeno no Canindé, o time palmeirense começou o jogo apático e foi prontamnente castigado. Aos 10min, Wellington Nem se livrou de Henrique, e chutou forte para abrir o placar para o time visitante, que vem se caracterizando pelo bom desempenho fora de casa no Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras tentou da o troco, mas faltou qualidade. Aos 15min, Chico que concluiu sem precisão e a bola saiu pela lateral. Por errar menos passes, o Figueirense, mesmo atacando pouco, tinha o domínio da partida.

Aos 24min, a equipe alviverde teve a sua melhor oportunidade na etapa inicial. Valdivia cobrou falta fechado e obrigou o goleiro Wilson a se esticar para espalmar para fora.

Na condição de único armador palmeirense, Valdivia tentava armar jogadas. Aos 30min, Maikon Leite foi lançado na área, mas Roger Carvalho mandou para escanteio.

Bem organizado em campo, o Figueirense teve boa chance de ampliar aos 35min: Maicon recebeu de Elias e chutou de dentro da área para boa defesa de Deola.

Até o intervalo, os catarinenses administraram a vantagem com tranquilidade, cadenciando o ritmo de jogo e sem sofrer ameaças de gol.

Para a etapa complementar, Felipão promoveu a entrada de Tinga no lugar de Maikon Leite, para melhorar a ligação do meio com o ataque palmeirense.

A mudança fez pouco feito e o goleiro do Figueirense, Wilson, ainda não havia trabalhado até os 20min do segundo tempo. Preocupado, o técnico palmeirense realizou a segunda substituição já próximo do fim da partida: Fernandão foi para o jogo no lugar de Luan.

O Palmeiras chegou a crescer no jogo e criou boa chance aos 28min, quando Ricardo Bueno saiu da área, fintou João Paulo e arrematou forte para a primeira defesa de Wilson depois do intervalo, em dois tempos.

Mas, quando era melhor em campo, o Palmeiras sofreu um gol de contra-ataque e se complicou. Wellington Nem fez grande jogada pela esquerda e cruzou para Júlio César, que entrou pelo meio e concluiu.

Com a tranquila vantagem, o Figueirense não tinha dificuldades para dominar o abatido Palmeiras.

Aos 42min, Wellington Nem chegou pela direita e rolou para o tiro de Nem. Deola salvou o Palmeiras do terceiro gol.

Já nos acréscimos, Ricardo Bueno, de cabeça, aproveitou cruzamento de Tinga e diminuiu, no último lance do jogo.

Ficha técnica

PALMEIRAS 1X2 FIGUEIRENSE

Gols

PALMEIRAS:

Wellington Nem, aos 10min do 1º tempo; Júlio César, aos 30min do 2º tempo

FIGUEIRENSE:

Ricardo Bueno, aos 47min do 2º tempo

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (Rivalo), Henrique, Maurício Ramos e Gabriel Silva; Chico, Márcio Araújo e Valdivia; Maikon Leite (Tinga), Luan (Fernandão) e Ricardo Bueno. Técnico: Luiz Felipe Scolari

FIGUEIRENSE: Wilson, Pablo, Roger Carvalho, Edson Silva e Juninho (Coutinho); Jônatas (João Paulo) Túlio, Maicon e Elias (Wilson Pitonni); Wellington Nem e Júlio César. Técnico: Jorginho

Cartões amarelos

FIGUEIRENSE: Júlio César

Árbitro

Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Renda/Público

R$ 116.475/3.897 pagantes

Local

Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Fonte: Terra