Finlandês soca adversário que causou acidente

Esta foi a segunda vez no ano que o atleta sofreu uma punição.

Adrian Martín e Niklas Ajo roubaram a cena ainda na primeira volta do GP de Indianápolis da Moto3. O espanhol de 26 anos causou um acidente que derrubou outros três pilotos, dentre eles o finlandês. Irritado, Ajo foi tomar satisfações e socou o adversário. Ele ainda conseguiu retornar à pista, mas recebeu bandeira preta dos organizadores e foi desclassificado por "conduta antidesportiva".

Esta foi a segunda vez no ano que o atleta sofreu uma punição. Em abril, no GP de Jerez, Ajo quis retornar à pista após um acidente. Um dos fiscais, porém, segurou sua moto, e ele o empurrou. Com isto, foi impedido de competir na etapa seguinte, em Estoril. Na ocasião, o finlandês de 18 anos admitiu o erro através de sua página no Facebook, mas considerou a desclassificação muito severa, alegando que os pilotos ficam com a adrenalina muito alta durante as corridas e acabam agindo por impulso.

O pódio em Indianápolis

O espanhol Luis Salom venceu sua primeira etapa na categoria, beneficiando-se de uma queda de Maverick Viñales na última volta no circuito americano. O alemão Sandro Cortese foi segundo colocado e abriu 29 pontos de vantagem na ponta da classificação. Jonas Folgar completou o pódio.



Fonte: Globo Esporte