Fla e Ronaldinho marcam reunião e acordo pode ficar em R$ 15 mi

Fla e Ronaldinho marcam reunião e acordo pode ficar em R$ 15 mi

E a situação só não foi resolvida antes por uma divergência de valores.

Após um rompimento traumático, discursos de guerra, ameaças de "bala de canhão" e uma audiência na Justiça, Flamengo e Ronaldinho Gaúcho caminham, enfim, para um acordo pela rescisão do contrato. Depois de contatos telefônicos entre advogados de clube e jogador e propostas analisadas nos últimos dias, as partes marcaram uma reunião para o final desta semana e podem selar um acordo de R$ 15 milhões que serão pagos pelo rubro-negro ao camisa 49 do Atlético-MG.

Ronaldinho entrou na Justiça cobrando, inicialmente, R$ 40 milhões pela falta de pagamento de salários e direitos de imagem e mais R$ 15 milhões por danos morais. Após o encontro nos tribunais na última quinta-feira, porém, o processo foi suspenso e as partes receberam um prazo de 15 dias para apresentar aos juízes uma proposta de acordo. Do contrário, o imbróglio seria reativado na esfera judicial, o que não deve se fazer necessário.

Assim que saiu do encontro, Ronaldinho deixou claro o seu desejo. "Por mim, tem acordo", disse o craque, com um discurso praticamente igual ao de seus advogados. "Vamos buscar conciliar as partes. E se o valor oferecido pelo Flamengo estiver dentro do que aceitamos, poderemos ter um acordo, numa boa. Estamos aqui para resolver as coisas de maneira tranquila e vamos conversar isso", explicou Sérgio Queiroz, que defende os interesses de Ronaldinho no caso.

E a situação só não foi resolvida antes por uma divergência de valores. Inicialmente, logo após a audiência de quinta, o Flamengo ofereceu cerca de R$ 8 milhões. O valor não agradou ao jogador e seu estafe, que pretendiam cerca de R$ 20 milhões. Mas as conversas nos últimos dias evoluíram e o rubro-negro conseguiu um valor menor com a promessa de pagar a dívida em um curto espaço de tempo.

A intenção dos dirigentes da Gávea é utilizar parte das luvas do novo contrato de transmissão assinado com a TV Globo para garantir o pagamento ao jogador. Oficialmente, clube e seus advogados não falam sobre o assunto, mas, para o martelo ser batido, é necessário agora apenas que representantes da emissora coloquem sua assinatura no trato. Os rubro-negros acreditam que isso não será difícil de conseguir.

Fonte: UOL