Fla mantém silêncio, mas andam rápido para ter Robinho no time

Clube aposta na vontade do jogador, que comenta com amigos evolução positiva na negociação.

Desde o surgimento do interesse, a diretoria do Flamengo trabalha em silêncio. Mas, aos poucos, dá passos importantes nos bastidores para contar com Robinho em 2013. Na próxima segunda-feira, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, chegará ao Rio ? onde tem um apartamento no Leblon ? para passar as festas de fim de ano. E, para amigos próximos, o jogador disse que ?as coisas estão andando muito rápido? para um acerto com o Rubro-Negro. De uma só vez, o dirigente italiano deixou claro que não recebeu proposta do Santos pelo atacante, mas revelou o desejo do jogador de voltar ao Brasil.


Fla mantém silêncio, mas andam rápido para ter Robinho no time

Robinho tem interesse em jogar no Flamengo e considera que o Santos foi "devagar demais" na tentativa de repatriá-lo. A vontade do jogador pode pesar na negociação.

- O Robinho já disse que quer jogar no Flamengo, o que nos dá vantagem em relação a outros clubes - disse o vice-presidente de futebol Wallim Vasconcellos, na última quinta-feira.

Inicialmente, a diretoria elaborou uma estratégia para tentar a contratação do atacante do Milan e indicou o empresário Eduardo Uram para tratar do negócio. O agente Fifa viajou para a Itália e teve uma reunião inicial com os representantes do clube de Milão.

De acordo com informações recentes da imprensa italiana, o Milan liberaria o atacante por ? 10 milhões (R$ 27 milhões). O ex-santista autorizou o clube negociar com o Milan e sinalizou quanto deseja receber mensalmente (entre R$ 800 e 900 mil livres de impostos).

Camisa do Flamengo e diploma para Galliani

Quando negociava a transferência de Ronaldinho Gaúcho do Milan para o Flamengo, no fim de 2010, Galliani chegou a receber de um torcedor uma camisa do Rubro-Negro carioca e um diploma de torcedor. O dirigente italiano fazia questão de reiterar o carinho pelo time carioca.

- Se eu pudesse escolher, meu coração diria o Flamengo. Mas tem que ser uma negociação entre o Milan e o Flamengo - disse Galliani, à época, ao ser questionado sobre qual seria o destino de Ronaldinho Gaúcho.

Fonte: GloboEsporte