Flamengo não vai subir oferta por Love, mas admite reduzir o prazo

Flamengo não vai subir oferta por Love, mas admite reduzir o prazo

Clube mantém proposta de R$ 14,5 milhões ao CSKA

Flamengo e Vagner Love buscam uma forma de convencer o presidente do CSKA Moscou, Yevgeny Giner, a aceitar a oferta rubro-negra e liberar o atacante. O Artilheiro do Amor se dispõe a ajudar o clube e já fez contato com o tradutor da equipe russa para tentar fazer com que o mandatário se contente com os R$ 14,5 milhões e mude apenas o parcelamento.

O vice de finanças do Flamengo, Michel Levy, avisou aos representantes do jogador que não poderá aumentar o valor, mas pode reduzir o prazo de pagamento de cinco para três anos. A primeira proposta foi considerada inadequada pelo CSKA. O porta-voz Serguei Asenkov disse que o clube pede ?10 milhões (R$ 23,4 milhões) para negociar o atacante.

Vagner ficou contrariado com a decisão do CSKA. Segundo o empresário dele, Evandro Ferreira, havia a promessa de que o negócio seria facilitado. De férias no Rio, Love tem de chegar a Moscou na próxima terça-feira. O agente, no entanto, diz que a permanência pode ser prolongada.

No próximo dia 16, o jogador terá de comparecer a uma audiência judicial com a ex-esposa na capital fluminense. Ele pode ir à Rússia na semana que vem e voltar, ou só retornar àquele país depois do compromisso. Neste caso, é possível que algum dirigente rubro-negro acompanhe o jogador. Neste período, Vagner Love e o Flamengo esperam resolver a situação.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com