Fla receberá R$ 25 mi em 4 vezes e usará 1ª parcela para pagar salários

O patrocínio máster de R$ 25 milhões da Caixa Econômica Federal foi anunciado ontem junto com a posição da marca da empresa na camisa

Em apenas cinco meses, a nova diretoria do Flamengo transformou o uniforme do clube no mais lucrativo do Brasil, no total de R$ 73 milhões, mas ele também pode ser um dos mais poluídos.

O patrocínio máster de R$ 25 milhões da Caixa Econômica Federal foi anunciado ontem junto com a posição da marca da empresa na camisa ? peito, ombro e calção. A manga ainda está aberta para ser explorada.

? Já é a camisa mais valorizada da América Latina. Vai alçar o Flamengo, sem as bonificações previstas em alguns contratos, a um valor de R$ 73 milhões por ano, e ainda temos espaço para um patrocinador ? comemorou o vice de marketing Luiz Eduardo Baptista.

A receita chegou a outro patamar se comparado ao ano passado, quando foram arrecadados R$ 21 milhões. O contrato com a Caixa foi aprovado quase por unanimidade no Conselho Deliberativo do Flamengo à noite. Mais do que o uniforme, o anúncio à imprensa antes irritou alguns conselheiros.

Durante a votação foi explicado que clube receberá a verba em quatro parcelas de R$ 6,25 milhões. A primeira será paga ainda essa semana e servirá para manter os salários em dia de funcionários e jogadores. A segunda cai na conta em setembro. A terceira em janeiro de 2014 e a última apenas em abril.

O recurso também servirá para o pagamento das dívidas necessárias para a manutenção das certidões negativas que viabilizaram o novo patrocinador público. Os reforços de peso, por enquanto, virão apenas da receita com o plano de sócio torcedor, que com 19 mil membros não arrecadou nem R$ 1 milhão.

? Não vamos fazer nenhuma loucura. Nossas prioridades ainda são pagar as contas e salários em dia. O único dinheiro que não está carimbado e vai ser usado 100% no futebol é o do sócio-torcedor. ? disse Bap.

A comparação com a arrecadação do Corinthians foi comentada por Clauir Luis Santos, responsável pelo marketing da Caixa. Segundo ele, o contrato dos clubes é idêntico, por 12 meses renováveis por mais 12.

? Entre o ideal e o possível tem uma diferença ? disse Bap. Nova empresa pode ser anunciada até o Brasileiro ? a Cielo é a favorita.



Fonte: Globo Esporte