Fla "zera" problemas e Silas continua técnico

Fla "zera" problemas e Silas continua técnico

Técnico e Zico não dão entrevistas, mas vice Vinícius França confirma permanência

Antes de comandar o treino na manhã desta quinta-feira, no Ninho do Urubu, o técnico Silas reuniu o elenco do Flamengo para tentar amenizar a crise de relacionamento com os atletas, que explodiu após o comandante entrar em polêmica com o zagueiro Jean. Zico, diretor de futebol, e outros integrantes da comissão técnica também participaram do encontro. Se a ferida não cicatrizou totalmente, ao que parece, deu uma amenizada. E Silas foi mantido no cargo, pelo menos por enquanto.

Após a atividade, o encarregado de dar entrevistas sobre a conversa com o treinador foi o experiente Renato. Sem entrar em detalhes, o meia avisou que após a reunião tudo voltou ao normal, está "zerado". Ele lembrou que o Fla não pode baixar a cabeça, pois tem um compromisso importantíssimo no próximo sábado, o clássico com o Botafogo, no Engenhão, às 18h30m.

- Tivemos uma conversa. Houve um mal-entendido, mas isto agora já é página virada. Todos estão sujeitos a erros. Não vou falar o que conversamos, são coisas que precisamos resolver internamente. Vamos esquecer isso, porque temos um clássico importante no sábado e precisamos vencer. O grupo é maduro e sabe o que quer. Quando tem coisa errada, temos que resolver. Agora está tudo zerado - disse o jogador.

Renato garantiu que os atletas ainda confiam no comando de Silas. O meia disse que todos vão respeitar as decisões do técnico sem reclamar.

- Ainda temos confiança no Silas, que é uma pessoa transparente. Não adianta alimentarmos mais este assunto. Às vezes as escalações não dão certo, mas ele vai sempre tentar escolher o que é melhor para o Flamengo. Nós temos que acatar.

Silas e Zico preferiram não conversar com os jornalistas. O único dirigente que deu entrevista foi o vice de futebol Vinícius França, que garantiu o técnico contra o Botafogo. Ele não quis comentar sobre a possibilidade de uma demissão em caso de derrota no clássico.

- O que aconteceu não foi uma coisa boa, mas houve essa conversa e tudo ficou resolvido. Está tudo zerado. Ele será o técnico contra o Botafogo. Não falamos sobre hipóteses (Silas ser demitido em caso de derrota). Acreditamos que vamos vencer este jogo ? disse o dirigente.

Apesar dos panos quentes, a situação do técnico continua muito complicada. Vanderlei Luxemburgo, que recentemente saiu do Atlético-MG, é o nome mais cotado para o cargo em caso de demissão.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com