Fla bate Flu em noite de expulsão de Ronaldinho

Fla bate Flu em noite de expulsão de Ronaldinho

O reestreante Kleberson ampliou para o Fla antes do intervalo

Em clássico marcado pelas ausências de jogadores importantes, o Flamengo contou com seus veteranos para derrotar o Fluminense por 2 a 0 no Engenhão. Neste domingo, a equipe rubro-negra viu Ronaldinho fazer de pênalti - seu primeiro gol em clássicos locais - e ser expulso ainda no primeiro tempo. O reestreante Kleberson ampliou para o Fla antes do intervalo. Com um a mais por mais de 45 minutos, o Flu pressionou a maior parte do jogo e viu o goleiro Paulo Victor manter o triunfo para os lados da Gávea.

Focados na Copa Libertadores, os rivais vieram a veio a campo com uma mistura de medalhões e reservas. Para o Fluminense, foi a oportunidade para jogadores rodados atuar. Wagner, Rafael Moura, Rafael Sobis, Souza, Leandro Euzébio e Diego Cavalieri estavam entre os que fizeram o clássico no Engenhão.

Já o Flamengo enfrentou uma série de desfalques por lesão, entre eles Léo Moura e Felipe, e também usou uma equipe bastante modificada. Normalmente titulares, Deivid e Junior César ficaram no banco, e Kleberson teve chance de ser titular pela primeira vez desde seu retorno à Gávea. Outra ausência foi Renato Abreu, que passou por cirurgia cardíaca.

Este foi o primeiro Fla-Flu de 2012, ano em que o clássico completa seu primeiro centenário. A primeira vez que Flamengo e Fluminense se enfrentaram ocorreu em 7 de julho de 1912, no Estádio das Laranjeiras, partida vencida pelo lado tricolor.

O jogo

A partida começou animada, com as duas equipes criando boas chances de gol. Souza era quem mais criava para o Fluminense, surgindo com eficiência pela direita. O camisa 21 exigiu grande defesa de Paulo Victor logo aos 4min. O Flamengo tinha mais dificuldades em atacar, mas pouco a pouco conseguiu ir ao ataque.

E desta maneira a equipe rubro-negra foi responsável por abrir o placar. Aos 20min, Carleto chegou por baixo na marcação de Galhardo e a arbitragem viu pênalti. Ronaldinho foi para a cobrança, cobrou firme e fez seu primeiro gol em clássicos locais.

Três minutos depois, o Flamengo melhorou sua situação ainda mais. Ronaldinho cobrou falta e a bola ficou com Magal pela esquerda. O lateral cruzou pela área, Kleberson dominou e fuzilou o gol do Fluminense, sem chances para a defesa de Diego Cavalieri.

O panorama rubro-negro, porém, ficou mais complicado aos 39min. A arbitragem viu agressão de Ronaldinho em Wagner e deu o segundo amarelo para o astro. Com um a mais, o Fluminense assumiu o controle da partida, e só não descontou no marcador porque Paulo Victor teve atuação magistral.

Para depois do intervalo, Abel Braga sacou Edinho e Rafael Sobis para as entradas de Wallace e Samuel. A partida seguiu como no primeiro tempo, com a equipe tricolor pressionando e fazendo a defesa flamenguista se esforçar. Aos 5min, Rafael Moura tentou de cabeça e Paulo Victor fez boa defesa.

O jogo seguiu a toada: o Fluminense trocava passes, chegava ao ataque e parava no goleiro do Flamengo. Abel buscou a entrada de Lanzini substituindo o meio-campista Jean, mas o time tricolor seguia sem conseguir seu primeiro gol. Aos 36min, o zagueiro Leandro Euzébio buscou marcar com chute de fora da área, e Paulo Victor espalmou. Cena que se repetiu muitas vezes na partida.

Fonte: Terra