Flamengo e Atlético-MG empatam por 0 a 0

Com o resultado, os comandados de Rogério Lourenço chegaram a 21 pontos, na décima posição

O Flamengo contou com a estreia de Diogo no ataque, mas os problemas ofensivos da equipe rubro-negra voltaram a aparecer nesta quinta-feira, no empate por 0 a 0 diante do Atlético-MG, no Maracanã. Mesmo com boa movimentação e lances de habilidade do jogador revelado na Portuguesa, os cariocas - que só marcaram 13 gols em 16 jogos - perderam muitas oportunidades e por pouco não saíram derrotados, já que o time mineiro também jogou fora chances claras de balançar as redes.

Com o resultado, os comandados de Rogério Lourenço chegaram a 21 pontos, na décima posição, ainda na zona intermediária da tabela do Campeonato Brasileiro. Já o Atlético, com 14 pontos, segue em situação crítica: é o 18º colocado, na zona de rebaixamento.

Os primeiros minutos do jogo foram parados e não tiveram chances de gol. O time mineiro começou recuado e o Flamengo não parecia ter ideias para escapar da marcação. O primeiro lance de perigo foi uma falta de Petkovic aos 11min, que o sérvio bateu para fora. Aos 17min, Léo Moura invadiu a área pela direita e cruzou ao invés de chutar, facilitando o trabalho da zaga alvinegra.

Com os dois times errando muitos passes e os atacantes saindo a todo momento da área para buscar jogo, a partida seguiu morna. Aos 19min, Diego Tardelli bateu prensado para fora; sete minutos depois, o Atlético ameaçou com chute de longe de Serginho, que errou o alvo. No lance seguinte, após choque com Diogo, o zagueiro Lima saiu de maca e teve que ser substituído por Cáceres no time mineiro.

Só nos 15 minutos finais a partida ganhou em emoção. Aos 31min, Diego Souza finalmente apareceu e deu bom passe para Rafael Jataí na área, mas Marcelo Lomba saiu bem e salvou o time da casa. Dois minutos depois, o estreante Diogo fez grande jogada individual, passando por dois marcadores, e deixou Leandro Amaral na cara do gol. Porém, o atacante bateu em cima de Fábio Costa e perdeu a melhor oportunidade rubro-negra.

O Atlético "retribuiu" aos 35min, quando Diego Souza novamente fez passe preciso e deixou Diego Tardelli frente a frente com Marcelo Lomba. O camisa 9 bateu de primeira e mandou para fora.

Com boa movimentação dos quatro meio-campistas e Diogo recuando para fazer tabelas, o Flamengo dominou a posse de bola até o fim do primeiro tempo, mas não criou mais chances. No time visitante, as jogadas só aconteciam quando Diego Souza, escalado como atacante, voltava até o meio de campo.

A segunda etapa começou com uma postura diferente do clube mineiro. O Atlético adiantou seu posicionamento e passou a tomar conta do meio, marcando forte e chegando mais à frente. Aos 5min, Lomba salvou o Flamengo em chute à queima-roupa de Serginho; com 12min, o garoto Eron - que fez sua estreia entre os profissionais - recebeu passe de Ricardinho na esquerda e bateu cruzado, mas a bola atravessou a área e saiu pela linha de fundo.

A primeira chegada da equipe rubro-negra após o intervalo aconteceu só aos 19min, de novo com Diogo. Léo Moura cruzou da direita e o atacante cabeceou por cima da meta de Fábio Costa. O ritmo caiu a partir dos 20min e os técnicos tentaram mudar o panorama da partida com substituições: no Flamengo, saiu Renato Abreu e entrou Vinícius Pacheco; no Atlético, Ricardinho deu lugar ao equatoriano Edison Méndez.

Com Diogo já cansado, o time carioca caiu de produção e só assustou de novo aos 33min, em cobrança de falta de Petkovic que passou raspando o poste.

O estreante flamenguista deu lugar a Val Baiano aos 36min. E o centroavante quase marcou seu primeiro gol com a camisa rubro-negra dois minutos depois, em chute forte que exigiu um milagre de Fábio Costa; a bola ainda explodiu no travessão. A noite não era dos ataques, e o placar terminou mesmo sem gols.



FICHA TÉCNICA

Flamengo 0 x 0 Atlético-MG

Ponto Forte do Flamengo

Foi melhor no primeiro tempo, aproveitando a movimentação dos meio-campistas e de Diogo

Ponto Forte do Atlético-MG

Adiantou o posicionamento na segunda etapa e tomou conta do meio de campo

Ponto Fraco do Flamengo

Voltou a mostrar pouco poder ofensivo, perdendo chances claras de gol

Ponto Fraco do Atlético-MG

Errou muitos passes e dependeu demais de Diego Souza para ligar meio e ataque

Personagem do jogo

Diogo, que mostrou habilidade e disposição em sua estreia pelo Flamengo, mas não solucionou a falta de gols do ataque

Esquema Tático do Flamengo

4-4-2

Marcelo Lomba; Léo Moura, Jean, Ronaldo Angelim e Juan; Willians, Correa (Rafael Galhardo), Petkovic e Renato Abreu (Vinícius Pacheco); Leandro Amaral e Diogo (Val Baiano). Técnico: Rogério Lourenço

Esquema Tático do Atlético-MG

3-5-2

Fábio Costa; Réver, Lima (Cáceres) e Werley; Rafael Cruz, Rafael Jataí, Serginho, Ricardinho (Méndez) e Eron (João Pedro); Diego Souza e Diego Tardelli. Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Árbitro

Sálvio Spínola (Fifa/SP)

Local

Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Fonte: Terra, www.terra.com.br