Flamengo e São Paulo estão muito perto da Libertadores

Uma vitória tricolor coloca o time com 65 pontos, sem poder ser mais alcançado por Internacional

A preocupação maior de São Paulo e Flamengo nesta reta final de Brasileirão é conquistar o título. Mas uma grande vitória já pode ser obtida no fim de semana: uma vaga para a Libertadores da América de 2010 com duas rodadas de antecedência. Para a equipe paulista, basta derrotar o Botafogo no Engenhão neste domingo e o passaporte estará carimbado. Para o Rubro-Negro, é preciso uma vitória sobre o Goiás no Maracanã, também no domingo, e torcer para que o Cruzeiro fique pelo menos no empate com o Atlético-PR na Arena da Baixada.

Uma vitória tricolor coloca o time com 65 pontos, sem poder ser mais alcançado por Internacional, quarto colocado, nem Galo, quinto colocado, que se enfrentam neste domingo, no Mineirão. Ambos tem 56 pontos e apenas quem vencer continuará com chances de alcançar o atual líder em número de pontos.

O caso do Flamengo possui apenas uma diferença. Uma vitória no Maraca faz o time carioca chegar aos 63 pontos. Pela mesma razão que o São Paulo, o resultado de Atlético e Colorado exclui um dos dois da possibilidade de passar o Rubro-Negro e, portanto, não interfere nas contas cariocas. Mas é preciso secar o Cruzeiro, porque o time não enfrenta mais rivais diretos na luta pela Libertadores. Uma vitória sobre o Furacão coloca a Raposa com 58 pontos e ainda com a possibilidade de ultrapassar o Flamengo. Um empate na Arena da Baixada acaba com essa possibilidade.

A provável classificação do São Paulo para a Libertadores fará o time ser o recordista de participações no torneio, podendo ser alcançado apenas pelo Palmeiras, que segue vivo na briga por uma vaga também. Os dois paulistas já estiveram presentes em 14 edições da competição sul-americana. O Grêmio é o time com o segundo maior número de participações (12), seguido por Cruzeiro (11), Santos (10) e Flamengo (9)

Dos times com chances reais de se classificar para a Libertadores, o Atlético-MG é o que está há mais tempo longe do torneio. Já são nove anos sem enfrentar os principais times da América do Sul. Inter e Flamengo estão há pouco tempo de jejum. O Colorado não se classifica há dois anos e o Rubro-Negro esteve fora agora em 2009, mas havia disputado o torneio em 2008. O Náutico é o recordista de tempo fora da competição. Passaram 41 anos da única participação do time pernambucano, em 1968.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com