Flamengo e Vasco só empatam no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca no Maracanã

Flamengo e Vasco só empatam no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca no Maracanã

Com o resultado, o Flamengo precisa apenas de outro empate no jogo de volta, no próximo domingo, novamente no Maracanã

Foi quente o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. Em partida com muitas discussões entre jogadores, pressão na arbitragem e um cartão vermelho, Vasco e Flamengo ficaram no 1 a 1 neste domingo, no Maracanã. Rodrigo abriu o placar para os cruzmaltinos no primeiro tempo, mas os rubro-negros aproveitaram a expulsão de Everton Costa para igualar com um golaço de Paulinho na etapa final.

Com o resultado, o Flamengo precisa apenas de outro empate no jogo de volta, no próximo domingo, novamente no Maracanã, já que possui melhor campanha no Estadual. Já os comandados de Adilson Batista precisam vencer o segundo jogo para ficar com o título.

O Vasco começou o jogo marcando forte e mostrando aplicação tática, abrindo o marcador na bola parada logo aos 11min. Douglas bateu escanteio da direita, Felipe saiu mal e Rodrigo subiu mais que todo mundo para cabecear com firmeza para as redes, fazendo explodir o lado cruzmaltino no Maracanã.

Logo a partida começou a esquentar. Rodrigo e Everton Costa, no Vasco, eram os jogadores mais nervosos, constantemente provocando discussões. Os vascaínos ameaçavam no contra-ataque enquanto o Flamengo tentava montar uma pressão sobre o rival, mas o primeiro tempo acabou sem muitas chances claras de gol.

A segunda etapa começou com Gabriel no lugar de Mugni no time do Flamengo. Já com cartão amarelo, Everton Costa escapou da expulsão logo no primeiro minuto, ao puxar a camisa de Léo. Aos 6min, Samir chegou a ficar sem camisa após ser agarrado por André Rocha, que ficou com o amarelo. E aos 9min, o que já se desenhava aconteceu: Everton Costa fez outra falta, desta vez em Frauches, e acabou recebendo o vermelho.

Com um a mais, não demorou para o Flamengo conseguir o empate. Aos 14min, Paulinho recebeu com liberdade na intermediária, ajeitou para a perna direita e soltou uma bomba no ângulo, sem chances para o goleiro Martín Silva. Na comemoração, imitou Cristiano Ronaldo aos gritos de "calma, eu estou aqui".

A inferioridade numérica deixou o Vasco bastante acuado dentro de campo, e o Flamengo passou a pressionar cada vez mais. Porém, o time cruzmaltino deixou apenas Edmílson à frente e se dedicou bastante à marcação para não sair derrotado do primeiro jogo da final. Funcionou: apesar dos constantes ataques rubro-negros, o placar não foi mais alterado no Maracanã.

Fonte: Terra