Flamengo rebaixa o Americano e vai pegar o Vasco

Flamengo rebaixa o Americano e vai pegar o Vasco

Com o revés, o time do Americano está rebaixado para a segunda divisão Estadual.

O que era esperado aconteceu na tarde deste domingo no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). O Flamengo, mesmo preservando vários titulares, derrotou o Americano por 3 a 1 e garantiu a primeira colocação do Grupo A da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, com 21 pontos.

O prêmio, porém, não é dos mais agradáveis: encarar o Vasco, no próximo fim de semana, na luta por uma vaga na decisão. Deivid marcou duas vezes e Kléberson marcaram os gols dos vencedores. Pior para o Americano, que teve seu gol anotado por Diego. O time campista fez a pior campanha na classificação geral, que leva em consideração o somatório dos dois turnos, com apenas nove pontos ganhos e está rebaixado para a segunda divisão.

Com o resultado o Flamengo começa a respirar depois de um caótico meio de semana, quando acabou eliminado ainda na primeira fase da Copa Libertadores. O técnico Joel Santana ganha uma sobrevida na Gávea. O jogo marcou o retorno do meia Renato Abreu, afastado há dois meses por conta de uma cirurgia cardíaca.

O jogo

A diferença técnica entre as duas equipes pôde ser sentida desde os primeiros momentos de jogo, com o Flamengo mandando na partida. Logo aos 7min, Thomás chutou de fora da área e a bola assustou o goleiro Erivélton. Um minuto depois foi a vez de Kléberson mandar uma bomba de fora da área e acertar o travessão.

De tanto insistir o Flamengo abriu o placar aos 11min. Galhardo cruzou após boa jogada individual, Diego Maurício dominou na área e foi derrubado por Adalberto. Pênalti que o árbitro Carlos Eduardo Novaes anotou e que foi convertido por Deivid.

Com o resultado o Americano decidiu se lançar mais ao ataque e assustou aos 13min. Xandão aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para grande defesa do goleiro Felipe.

Os avanços do Americano, na base do desespero, só serviam para dar campo ao Flamengo, que começou a desperdiçar boas chances de ampliar. Aos 27min, Diego Maurício recebeu passe na área e chutou para fora. Quatro minutos depois, Kléberson chutou de fora da área e o goleiro espalmou.

O Flamengo só voltou a ser importunado aos 42min, quando Marlos cabeceou contra o patrimônio após cobrança de falta e fez Felipe praticar uma outra boa defesa. A resposta rubro-negra veio no minuto seguinte, quando Thomás recebeu na área de Luiz Antonio e tirou tinta da trave.

Na volta para o segundo tempo o Americano seguiu pressionando, só que sempre de maneira afobada. A falta de qualidade dos campistas e o desinteresse do Flamengo tornaram a partida ssonolenta. Tanto que o primeiro lance de perigo da segunda etapa só aconteceu aos 13min, quando Magal chutou de fora da área e o goleiro defendeu.

De tanto insistir o Americano conseguiu o empate aos 25min. Marconi lançou pela direita Alex, que cruzou e Diego escorou para o fundo da rede. O lance deu vida nova ao time campista, que começou uma forte pressão sobre o adversário. Aos 27min Diego chutou de fora da área e Felipe espalmou. Três minutos depois, Marcos Felipe pegou rebote na área e acertou a trave.

Ao se lançar ao ataque o Americano voltou a dar campo ao Flamengo, que voltou a ficar em vantagem no marcador ao aproveitar um contra-ataque aos 32min. Negueba fez boa jogada pela direita e cruzou para a cabeçada certeira de Kléberson.

Golpe final para o Americano, que se tornou uma presa fácil. O caixão do time campista foi fechado aos 41min, quando o Flamengo ampliou. Bottinelli deu um belo passe para Deivid, que só teve o trabalho de chutar para vencer o goleiro.

Fonte: Terra