Flamengo recebe troféu de hexacampeão na festa do prêmio Craque Brasileirão 2009

Jogadores do elenco rubro-negro e integrantes da comissão técnica ganharam as medalhas de campeão das mãos de Ricardo Teixeira

Um dia depois de conquistar o título brasileiro, o Flamengo recebeu a taça de campeão na noite desta segunda-feira, no encerramento de cerimônia do Prêmio Craque Brasileirão 2009, realizada em uma casa de espetáculos da Zona Sul do Rio. O troféu foi entregue pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira, ao capitão da equipe, o goleiro Bruno.

Jogadores do elenco rubro-negro e integrantes da comissão técnica ganharam as medalhas de campeão das mãos de Ricardo Teixeira; do presidente do Clube dos 13, Fábio Koff; do ministro dos Esportes, Orlando Silva; do vice-governador do Rio, Luiz Fernando Pezão; e do prefeito do Rio, Eduardo Paes.

Ausência sentida foi a do atacante Adriano, que não compareceu ao evento. Ele ganhou na categoria segundo atacante, superando Ronaldo e Iarley. Os outros rubro-negros premiados foram Petkovic, melhor meia-esquerda, e Andrade, melhor técnico.

O clube levou também o troféu Torcida de Ouro, entregue a Márcio Braga. O presidente ainda recebeu um cheque simbólico de R$ 5 milhões pela conquista do título.

Em discurso, ele defendeu a alteração do regulamento do Campeonato Brasileiro, com o fim do sistema de pontos corridos e o retorno do mata-mata, como uma forma de permitir maior arrecadação para os clubes.

- O Flamengo precisa de R$ 5 milhões mensais para saldar seus compromissos. Se tivermos decisões intermediárias, teremos um cheque maior - afirmou Braga, que repassou o cheque a Bruno, como uma forma de homenagem, admitindo que parte do pagamento das luvas do goleiro está atrasada.

O Flamengo foi o clube com maior número de indicados. Além de Adriano, Petkovic e Andrade, também concorriam Bruno, Léo Moura, Ronaldo Angelim, Willians e Maldonado.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com