Flamengo: Seis vezes Campeão Brasileiro de Futebol

O zagueiro Ronaldo Angelim foi o herói do título ao marcar o segundo gol flamenguista, aos 24min do segundo tempo

O Flamengo fez sua torcida sofrer, mas deixou o Maracanã em festa graças a dois zagueiros. De virada, o clube rubro-negro derrotou o Grêmio por 2 a 1 neste domingo e conquistou o hexacampeonato brasileiro - o quarto deles, em 1987, não é reconhecido pela CBF.

O zagueiro Ronaldo Angelim foi o herói do título ao marcar o segundo gol flamenguista, aos 24min do segundo tempo. Antes, Roberson abriu o placar para os gaúchos ainda no primeiro tempo e o zagueiro David empatou.

A vitória encerra um jejum de 17 anos sem título brasileiro e deixa os rubro-negros com o mesmo número de títulos do São Paulo. O Flamengo também foi campeão em 1980, 1982, 1983, 1987 (não reconhecido pela CBF) e 1992.

Com o resultado, o Flamengo chegou aos 67 pontos e manteve os dois pontos de diferença para o Inter. Apesar da derrota, o Grêmio aparentemente jogou uma partida normal, foi melhor por alguns minutos e em nenhum momento deu a impressão de que diminuiu o ritmo para prejudicar o rival.

Quem esperava um Grêmio acuado, ficou surpreso com os dez primeiros minutos. O time gaúcho chegou a controlar mais a posse de bola e até assustou o goleiro Bruno com um chute de longa distância de Túlio.

Passado o nervosismo inicial, o Flamengo tomou conta do jogo e encontrou espaços na defesa gremista. Adriano teve duas chances, mas em uma chutou em cima de Williams Thiego e na outra isolou.

Mas o Grêmio não se abateu. Aos 21min, depois de cobrança de escanteio de Douglas Costa, Roberson se adiantou à zaga flamenguista e desviou de pé direito de Bruno. 1 a 0 e silêncio no Maracanã. Até os gremistas se calaram com o gol, fazendo sinal de negativo. No Beira-Rio, nunca um gol tricolor foi tão comemorado.

Se não bastasse a surpresa no Maracanã, poucos minutos depois, em Porto Alegre, o Inter marcou contra o Santo André e ultrapassou momentaneamente os cariocas na classificação. Só a virada daria o título ao Flamengo caso no Beira-Rio nada mudasse.

E antes de o desespero tomar conta do Maracanã, Adriano entrou em ação. Após cobrança de escanteio de Petkovic e desvio de Airton, o atacante protegeu a bola da zaga e deixou para David encher o pé e dar ao empate aos rubro-negros. Cinco minutos depois, mais um gol colorado e a certeza de que só a vitória daria ao título ao Flamengo.

O Flamengo pressionou, tomou um susto em um contra-ataque desperdiçado por Roberson. A melhor chance veio em uma cobrança de falta de Adriano já nos acréscimos, defendida por Marcelo Grohe.

A pressão rubro-negra continuou no segundo tempo e em cinco minutos Adriano cabeceou com perigo e Marcelo Grohe fez bonita defesa em finalização de Airton.

Quando o desespero aumentou com o terceiro gol colorado, a torcida flamenguista enfim se sentiu aliviada. Petkovic cruzou em cobrança de escanteio, Ronaldo Angelim subiu na primeira trave e usou a cabeça para virar o placar.

Festa total no Maracanã, sem se livrar de mais um susto. Aos 32min, Lúcio cobrou de falta pela meia esquerda, Bruno espalmou mal e Maylson perde chance incrível ao bater para fora na sobra.

Fonte: Terra, www.terra.com.br