Flamengo supera o Bangu e encara o Vasco na semifinal do Carioca

O resultado já era suficiente para conseguir a classificação

O Flamengo se impôs e venceu o Bangu, por 3 a 0, neste domingo, em Macaé. Os atacantes Marcelo Cirino e Guerrero foram eficientes e responsáveis por construir a vantagem no placar. No fim, o lateral Jorge também deixou o dele, dando números finais à partida. O time de Muricy Ramalho não teve uma atuação de gala, mas teve o controle do jogo. Com o resultado, o Rubro-Negro avançou à semifinal do Campeonato Carioca para enfrentar o Vasco. 

O Flamengo começou mandando nas ações do jogo. A equipe rubro-negra teve domínio completo no primeiro tempo, mas não criou muitas oportunidades de gol. Alan Patrick e Mancuello se movimentaram bem, mas não encontraram Guerrero. A solução, então, foi investir em outras tentativas. Numa delas, Willian Arão cruzou com perfeição para Marcelo Cirino. Bem posicionado, o atacante rubro-negro deu um leve e bonito toque para o fundo do gol. 

O resultado já era suficiente para conseguir a classificação sem sustos, mas o Flamengo queria mais. O time seguiu insistindo para ampliar o marcador, mas foi para o intervalo com a vantagem mínima. 

Flamengo supera o Bangu e encara o Vasco na semifinal do Carioca (Crédito: Reprodução)
Flamengo supera o Bangu e encara o Vasco na semifinal do Carioca (Crédito: Reprodução)


O segundo tempo começou bem movimentado, com chances para os dois lados. Pelo Flamengo, Guerrero teve boa oportunidade para balançar a rede, mas chutou para fora, após bom cruzamento de Marcelo Cirino. No lance seguinte, Paulo Victor salvou o Rubro-Negro ao defender cabeçada de Gioavanni Carioca. 

Apesar de muito limitado tecnicamente, o Alvirrubro incomodou outras vezes. O time da Zona Oeste teve chances de chegar ao empate, mas pecou nas finalizações. 

Por isso, o técnico Muricy Ramalho decidiu mexer e colocar Ederson no lugar de Alan Patrick. A equipe ganhou mais movimentação e chegou ao segundo gol após vacilo do zagueiro Anderson Penna. Ele se enrolou ao tentar cortar cruzamento de Marcelo Cirino, e Guerrero, atento, fuzilou para o fundo da rede: 2 a 0. 

No fim, o lateral-esquerdo Jorge também deixou o dele, aproveitando corte equivocado da defesa do Bangu. O camisa 6 não teve muito trabalho para estufar o barbante e recebeu o carinho dos companheiros.

Fonte: Terra