Flamengo vai implantar manual de conduta após problemas com R10

A cartilha ficará pronta em dois meses.

Os jogadores do Flamengo serão vigiados, no segundo semestre, com direito a ronda telefônica. Mesmo depois de gaivotas voarem, de Joel Santana se eximir de qualquer responsabilidade e de Ronaldinho dizer que não era necessário, o Rubro-Negro terá um manual de conduta, avisa , o gerente de futebol, Jairo dos Santos. No fim de março, ele distribuiu entre os jogadores uma circular que pedia mais empenho de todos, com recomendações como dormir cedo. A cartilha ficará pronta em dois meses.



Jairo não deixou Ronaldinho sem resposta. O camisa 10, que defendeu o Barcelona de 2003 a 2008, questionou a importância do manual e citou o time espanhol como exemplo. O gerente de futebol, um mês depois, rebateu e fez um alerta: no Flamengo não haverá espaço para quem descumprir as regras que forem estabelecidas.

?Ele se enganou profundamente. Ela foi implantada no Barcelona em 2007, mas ele não precisa conhecer tudo e pode discutir com a gente. No Barcelona, quando não tem concentração, eles ligam para a casa dos jogadores entre 23h e meia-noite para ver se estão em casa. E ai de quem não estiver?, disse Jairo, que pretende usar tal procedimento no Flamengo.

?É possível implantar isso no Flamengo, claro. Até porque é um manual de direitos e deveres. Não é só de obrigações. As pessoas precisam receber autoridade para ter responsabilidade sobre os resultados. Quem não cumprir, não continua?, emendou.

No início do ano, durante a pré-temporada, a diretoria do Flamengo, de mãos atadas por dever cinco meses de salário a Ronaldinho - a Traffic havia suspendido o pagamento -, escolheu demitir Vanderlei Luxemburgo a punir o astro, denunciado pelo treinador, que afirma tê-lo flagrado pelas câmeras do hotel com uma mulher na concentração.

Hoje, a situação é parecida. A dívida com o jogador está em R$ 2,5 milhões, segundo o clube, mas, de acordo com Roberto Assis, irmão e empresário do atleta, o valor chega a R$ 5 milhões. Jairo, no entanto, promete incluir no manual a obrigatoriedade da manutenção dos compromissos em dia.

Fonte: O Dia Online