Flamengo vence Prudente no fim e respira

Com o resultado, o Fla chega aos 26 pontos e alcança o 14º lugar.

Com um gol no último minuto, o Flamengo venceu o Grêmio Prudente, de virada, por 2 a 1, fora de casa, e respira na classificação do Campeonato Brasileiro. O time da Gávea venceu pela primeira vez no comando de Silas e encerrou dois incômodos jejuns: já eram sete jogos sem vitórias e 1110 minutos sem gols de atacantes.

Com o resultado, o Fla chega aos 26 pontos e alcança o 14º lugar. A equipe carioca abre cinco pontos de distância para o Atlético-MG, primeiro clube da zona do rebaixamento.

Já o time paulista segue com dificuldades para vencer como mandante e termina a rodada na lanterna da competição, com 18 pontos.

Adriano Pimenta abriu o placar para o Prudente, que, com um homem a menos durante todo o segundo tempo (o próprio Pimenta foi expulso com o segundo amarelo, por tirar a camisa na comemoração do gol), conseguia administrar sua vantagem.

Porém, um "apagão" no fim do jogo, custou a derrota ao time interiorano. Aos 40min e aos 49min, respectivamente, Diego Maurício e Toró marcaram e aliviaram a complicada situação flamenguista na tabela.

Na próxima rodada, no sábado, às 18h30 (horário de Brasília), o Prudente joga contra o Corinthians, fora de casa. Já o Flamengo, jogando no mesmo horário, mas no domingo, faz clássico carioca contra o Fluminense.

O jogo

O jogo começou com uma chance do Prudente, logo aos 3min, em chute de Adriano Pimenta. Depois, no entanto, o que se viu foi uma partida muito truncada e poucos lances de ataque de ambas as equipes.

Forçando jogadas pelas laterais, o Flamengo conseguiu responder apenas aos 24min, quando Renato cruzou para Deivid, que acertou a trave na finalização.

Na sequência, os cariocas assustaram novamente: Rodrigo Alvim achou Deivid na área e o atacante tocou para o meio. Diogo chegou atrasado e perdeu boa oportunidade.

Parecia que o time rubro-negro ia tomar conta do jogo, mas os comandados de Silas não conseguiam chegar com agressividade, apesar da maior posse de bola. Em uma rara chegada ao ataque, o Prudente abriu o placar, já no fim do primeiro tempo. Aos 45min, Cleidsson cruzou da esquerda, Adriano Pimenta subiu sem marcação e cabeceou no canto direito de Marcelo Lomba.

Na comemoração, Pimenta levantou a camisa e levou seu segundo amarelo na partida. Com um homem a mais, o Flamengo começou a segunda etapa com Petkovic no lugar de Correa.

Com 2min, em cobrança de falta, Bruno Ribeiro fez a bola resvalar a trave esquerda de Govanni, em um lance de grande perigo.

O time paulista estava ainda mais acuado do que no primeiro tempo e não mostrava força para contra-atacar. Aos 17min, faltou pouco para o empate: Rodrigl Alvim alçou bola da esquerda, Kléberson cabeceou firme e Giovanni fez grande defesa. Foi o último lance do meia, que deixou o campo com dores na perna e deu lugar para Bruno Maurício.

O jogo era fraco tecnicamente e o espetáculo não era dos melhores. Aos 27min, um raro momento de emoção: Petkovic achou Deivid na área e Giovanni travou o chute do atacante na hora certa. No contra-ataque, o Prudente chegou com Henrique Dias, que soltou uma bomba e forçou defesa de Marcelo Lomba em dois tempos.

Apático, o Flamengo não dava mostras de que chegaria ao gol. Mas o fraco Prudente era o adversário ideal para o clube encerrar o jejum de 1110 minutos sem gols de atacantes. Aos 40min, Maldonado tocou para Diego Maurício na área. O atacante se livrou do marcador e chutaouno canto esquerdo de Giovanni.

Já aos 49min, o time rubro-negro chegou ao gol da vitória. Rodrigo Mancha escorou para a entrada da área e Toró finalizou no canto esquerdo de Giovanni.



Fonte: Terra, www.terra.com.br