Flamengo x Universidad de Chile é confirmado para amanhã no Maracanã

Flamengo x Universidad de Chile é confirmado para amanhã no Maracanã

Ao saber do veto, o Flamengo e a Federação de Futebol do Rio pressionaram fortemente

Depois de idas e vindas, a partida entre Flamengo e Universidad de Chile, pela Taça Libertadores, foi confirmada para esta quinta-feira no Maracanã, às 16h. No início da tarde, o estádio havia sido vetado pela Secretaria de Esporte e Lazer. Mas, no fim desta tarde, o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, telefonou para a presidente do clube carioca, Patrícia Amorim, garantindo a realização do jogo.

- O governador foi decisivo. Os argumentos do Flamengo foram fortes, porque as coisas poderiam não ser favoráveis para o clube se este jogo fosse adiado - afirmou Patrícia Amorim, que não escondeu o desconforto com a situação anterior tomada pela secretária de Esporte e Lazer.

Ao saber do veto, o Flamengo e a Federação de Futebol do Rio pressionaram fortemente pela realização do jogo. Chegaram a mencionar uma possível sanção da Confederação Sul-Americana (Conmebol) - ou até a eliminação do clube da Libertadores - caso a partida não ocorresse, ainda que não tenha havido uma ameaça oficial. Patrícia Amorim alfinetou a secretária de Esporte e Lazer, Márcia Lins:

- Talvez a Márcia tenha se precipitado. Mas em política não há sentimentos.

Confusão sobre o cancelamento

A informação inicial era de que o veto ao Maracanã teria vindo da prefeitura. A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Transportes divulgou o cancelamento por e-mail. A Companhia Estadual de Trânsito (CET-Rio) - que responde à secretaria - publicou a informação em seu twitter (veja abaixo).

A presidente do Flamengo, Patricia Amorim, confirmou o veto e disse aos jornalistas que a ordem teria vindo do Governo do Estado.

A informação pegou de surpresa o representante brasileiro na Conmebol, Hildo Nejar, que chegou a questionar quem pagaria os US$ 70 mil (R$ 120 mil) gastos pelo time chileno para ir ao Rio de Janeiro. Ele chegou a sugerir que o jogo fosse o último da fase de classificação. Porém, não haveria brechas no calendário das duas equipes.

Mais tarde, porém, a CET-Rio removeu o tweet e publicou outro, dizendo que a decisão seria de competência do Governo do Estado.

No início da noite, Patrícia Amorim recebeu uma ligação do governador Sérgio Cabral confirmando a realização do jogo.

Durante o dia, o estado do Maracanã melhorou muito por conta de um mutirão de limpeza. Às 17h, as banheiras já não exibiam mais a sujeira observada de manhã. O gramado da sala de aquecimento, que antes mal aparecia sob um tapete de lama, já surgia. A sala de imprensa foi limpa. Os túneis, também mais limpos, ainda tinham vestígios do alagamento, mas bem menos do que nesta manhã. A limpeza no gramado, iniciada desde cedo, foi finalizada por volta das 16h30m. A impressão é que o campo ficou livre dos detritos trazidos pelo temporal de segunda-feira.

Venda de ingressos durante a quinta-feira

Os ingressos para o jogo serão vendidos durante toda a quinta-feira, a partir das 9h, nos seguintes postos de venda:

Bilheterias da Gávea (Praça N. S. Auxiliadora)

Bilheterias do Fluminense

Bilheterias do São Cristóvão

Bilheteria do Ginásio do Tijuca Tênis Clube

Rua São João, nº. 34 loja 114 - Centro - Niterói

Site da Ingresso Fácil (www.ingressofacil.com.br)

Arena da Barra (Av. Abelardo Bueno, 3401 ? Barra da Tijuca)

Também haverá venda nas bilheterias do Maracanã, mas apenas após as 13h.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com