Flu goleia Olaria, mas fica fora de semi; Bangu avança em 1º

Flu goleia Olaria, mas fica fora de semi; Bangu avança em 1º

Agora, o Fluminense, que ganhou a Taça Guanabara, vai esperar o vencedor do segundo turno para decidir o Campeonato Carioca.

O Fluminense goleou o Olaria por 5 a 1, em partida disputada na tarde deste domingo, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, mas não conseguiu se garantir nas semifinais da Taça Rio. O resultado fez o time tricolor das Laranjeiras chegar aos 13 pontos no Grupo B, mas foi superado na pontuação por Bangu e Vasco.

Agora, o Fluminense, que ganhou a Taça Guanabara, vai esperar o vencedor do segundo turno para decidir o Campeonato Carioca. O Olaria ficou na sexta colocação do Grupo A, com nove pontos, e conseguiu escapar do rebaixamento.

A vitória do Fluminense foi merecida principalmente pelo que o time dirigido por Abel Braga realizou no primeiro tempo, quando marcou os gols que garantiram a vitória. Ao tomar conhecimento dos resultados da rodada, os tricolores desanimaram e desistiram de aumentar o placar, só voltando a acelerar o ritmo nos minutos finais da partida.

Precisando da vitória para manter suas chances de classificação, o Fluminense partiu para cima do Olaria e logo aos 2min, Wellington Nem foi derrubado na entrada da área ao tentar jogada individual, mas o árbitro considerou o lance como normal. Aos 11, Bruno penetrou pela direita, cruzou rasteiro e o goleiro Wanderson fez boa defesa.

O time dirigido por Abel Braga pressionava o Olaria que não conseguia sair do seu campo de defesa. Aos 16min, o Flu marcou o primeiro gol. Depois de boa combinação na área do Olaria, Rafael Moura recebeu na pequena área e mandou a bomba sem defesa para o goleiro bariri. Dois minutos depois, a torcida tricolor voltou a vibrar quando Carlinhos descobriu Deco na entrada da área e o meia, de perna esquerda, mandou no canto direito de Wanderson: 2 a 0.

O Olaria não se abateu com a desvantagem e acabou marcando o seu primeiro gol aos 25min. O zagueiro Anderson derrubou Juninho na área e o árbitro marcou pênalti, convertido com muita categoria pelo experiente Pedrinho.

O time do Olaria nem teve de tempo de se animar com a marcação do seu gol porque o Fluminense voltaria marcar aos 29min através de Rafael Moura que recebeu na área, se livrou da marcação e bateu sem defesa para o goleiro Wanderson.

A equipe tricolor ainda poderia ter anotado o quarto gol aos 32min mas Thiago Neves, lançado por Edinho, perdeu a oportunidade quando estava diante do goleiro adversário.

No último lance do primeiro tempo o Nova Iguaçu perdeu uma ótima oportunidade para descontar em boa jogada de Zambi que cruzou para Leandrão mas o atacante falhou ao tentar concluir a jogada.

O segundo tempo começou com o Olaria pressionando e logo aos 5min, William recebeu bom passe de Pedrinho e tentou encobrir Diego Cavalieri, mas a bola se chocou com o travessão.

A equipe da Rua Bariri continuava melhor e aos 7min foi a vez de Pedrinho dominar na entrada da área e bateu com grande perigo para o gol tricolor. O técnico Amilton Oliveira decidiu arriscar trocando o lateral Ivan pelo atacante Alan.

Apesar dos gritos do técnico Abel, o Fluminense continuava mostrando apatia em campo e era facilmente dominado pelo Olaria. E só aos 19min é que o Fluminense conseguiu criar sua primeira jogada de perigo na etapa final quando Rafael Moura recebeu do lado direito, protegeu e rolou para o lateral Carlinhos que entrou em velocidade mas concluiu por cima do travessão defendido por Wanderson.

Aos 35min, o time do Flu marcou o quarto gol com o zagueiro Anderson que aproveitou um cruzamento de Carlinhos. O lance animou um pouco mais a equipe de Abel Braga que marcou o quinto gol aos 37 através de Thiago Neves que usou a cabeça para aproveitar o cruzamento da esquerda e vencer o goleiro Wanderson.

Fonte: Terra