Fluminense bate Flamengo e dispara na ponta

Fluminense bate Flamengo e dispara na ponta

O clássico deste domingo, como todo Fla-Flu que se preze, começou quente.

O Fluminense, com mais uma atuação decisiva do atacante Fred, levou a melhor no clássico contra o Flamengo (1 a 0) e disparou na liderança da Série A do Campeonato Brasileiro. Como o Atlético-MG, concorrente direto pela ponta, empatou com a Portuguesa no sábado, o time tricolor, agora com 59 pontos, abriu seis de vantagem.

Na próxima rodada, o Fluminense, que sacramentou o triunfo com um golaço de voleio de seu camisa 9, terá pela frente outro rival: o Botafogo, que luta pelo G-4. Já o Flamengo, que permaneceu com 34 pontos, receberá o Bahia.

O clássico deste domingo, como todo Fla-Flu que se preze, começou quente. O Fluminense, com um quarteto ofensivo formado por Deco, Thiago Neves, Wellington Nem e Fred, colocou mais a bola no chão e, aos 18min, abriu o placar.

Deco cruzou da direita e Fred, de voleio, marcou um golaço no Engenhão. Com o tento, o camisa 9 contabilizou 13 e se isolou na artilharia da competição. Bruno Mineiro, Luís Fabiano e Vagner Love continuaram com 11.

Em desvantagem, o Flamengo, que derrotou o Atlético-MG no meio da semana, esboçou uma reação imediata. Mas a zaga tricolor continuou bem postada e neutralizou os avanços rubro-negros.

Na volta do intervalo, o Fluminense quase ampliou aos 2min. Thiago Neves cobrou falta e viu a bola beliscar a trave de Felipe e sair pela linha de fundo. Aos 17min, outra chance. Após vacilo da zaga do Flamengo, o time tricolor contra-atacou, mas pecou no último passe. E, aos 23min, Thiago Neves acertou o travessão.

No entanto, apesar das oportunidades tricolores, os jogadores rubro-negros continuaram tentando, às vezes na base do desespero, chegar à meta de Diego Cavalieri. Aos 32min, o empate quase saiu. Depois de jogada pela esquerda, Cléber Santana ficou de frente para o gol, mas arrematou para fora.

No entanto, a melhor chance ocorreu aos 41min. Diguinho derrubou Wellington Silva dentro da área. Pênalti. Mas Bottinelli parou em Diego Cavalieri. A pressão do Flamengo sufocou, mas não teve êxito. Três pontos sofridos conquistados pelo Fluminense.

Fonte: Terra