Flu demite 81 e planeja rescindir com outros 12

O serviço dos funcionários terceirizados, de acordo com sócios do clube, tem deixado a desejar.

Desde o mês passado, a diretoria do Fluminense assinou a demissão de 81 funcionários, 79 que cuidavam da parte de serviços gerais. As demissões são consequência da política de redução dos custos operacionais, de acordo com Jackson Vasconcelos, assessor especial da presidência, e deve reduzir em R$ 250 mil por mês a folha salarial do clube.

- Foram demitidos funcionários da limpeza, da portaria e da manutenção. Contratamos empresas terceirizadas para fazer o serviço. Sai mais barato para o clube - explicou.

O serviço dos funcionários terceirizados, de acordo com sócios do clube, tem deixado a desejar. Vasconcelos garante que isso acontecerá apenas até a adaptação dos novos funcionários.

Até abril, mais 12 demissões deverão acontecer nas Laranjeiras. O clube garante estar pagando todas as rescisões corretamente.


Fluminense demite 81 funcionários de olho em economia de R$ 250 mil por mês

Fonte: Extra