Flu empata com chilenos pela Sul-Americana

Cuca reclamou da falta de pontaria dos atacantes e lamentou a eficiência chilena

Abatido, Cuca não fez a menor questão de esconder a decepção com o empate por 2 a 2 com o Universidad de Chile, nesta quinta-feira, no Maracanã, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Em uma partida em que o treinador projetou deixar praticamente definida a classificação para a semifinal, o Fluminense complicou bastante a vida na competição continental.

Cuca reclamou da falta de pontaria dos atacantes e lamentou a eficiência chilena, que chegou pouco ao ataque e marcou duas vezes.

- Nas duas bolas que eles tiveram, fizeram os gols. Era jogo para definir a classificação, fazer o terceiro, o quarto... Jogo bem jogado, aberto, tivemos boas chances, mas o goleiro deles foi muito feliz. Finalizamos bastante e não fomos eficientes. Depois que tomamos o gol, ficamos com pressa e nos perdemos no segundo tempo.

Desanimado, o treinador até tentou manter o discurso otimista, mas acabou confessando que a situação do Tricolor na Sul-Americana não é das melhores.

- Agora, acabou complicando tudo. Um vacilo custa caro.

Fluminense e Universidad de Chile definem a vaga na semifinal no estádio Santa Laura, em Santiago, no Chile, no dia 4 ou 5 de novembro. Empate sem gols ou por 1 a 1 favorece os chilenos. Com um 2 a 2, a decisão vai para os pênaltis, e empate por três gols ou mais classifica o Flu.

Fonte: Globo Esporte, www.globoesporte.com