Fora de casa, Ceará empata ao Guarani

Com o resultado, o Ceará continua na terceira colocaçã

Após um primeiro tempo morno, o Guarani buscou o empate contra o Ceará por 1 a 1, em jogo válido pelo complemento da 10ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quinta-feira, no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas. Os gols saíram na somente na segunda etapa, com o lateral esquerdo Ernandes abrindo o placar e o atacante Ricardo Xavier igualando para a equipe da casa.

Com o resultado, o Ceará continua na terceira colocação - dependia de tropeço do Fluminense e de vencer por dois gols de diferença para assumir a liderança do torneio - com 19 pontos. Já o Guarani continua na zona da Copa Sul-Americana com 14 pontos, na oitava colocação.

Na próxima rodada, o Ceará, três pontos atrás do líder Fluminense, enfrenta o Palmeiras no Estádio Castelão, neste domingo. No mesmo dia, o Guarani vai enfrentar o agora vice-líder Corinthians, no Estádio do Pacaembu.

O jogo

Em um primeiro tempo pouco movimentado no Brinco de Ouro, as duas equipes tiveram raras chances de marcar. Enquanto o Ceará marcava forte no campo de defesa, o Guarani pouco criava e não conseguia furar o bloqueio da melhor defesa do torneio. Porém, o Ceará pouco explorava os contra-ataques, deixando o jogo moroso.

Com isso, a melhor oportunidade da primeira etapa veio através de uma bola parada. Na cobrança ensaiada, aos 11min, o atacante Ricardo Xavier bateu na bola e o goleiro Diego fez boa intervenção, mandando pela linha de fundo. Após o lance, uma tentativa de Ricardo Xavier em marcar usando a mão, aos 18min, foi a "melhor oportunidade" para tirar o zero do placar.

Vendo a inatividade do Guarani, o técnico Estevam Soares resolveu agredir mais o adversário, ao trocar o meia Geraldo pelo veloz atcante Tony. Com isso, a equipe alvinegra foi mais dinâmica e o jogo foi bem diferente do primeiro tempo, com mais oportunidades de gol.

A alteração de Estevam deu resultado e logo aos 50s, o lateral esquerdo Ernandes limpou a zaga adversária e bateu com perigo ao gol de Douglas. A resposta do Guarani veio aos 5min, quando Paulo Roberto enfiou bola preciosa no miolo da zaga cearense. O meia Mario Lúcio recebeu, mas adiantou a bola e chutou por cima do gol de Diego.

Ernandes voltou a ter liberdade no lado esquerdo e não perdeu a nova chance dada pelos zagueiros da equipe alviverde. Em trama que começou no lado direito do ataque do Ceará, a bola foi tocada para o lateral. Ele fintou Apodi e soltou a bomba, sem chances para o goleiro Douglas, abrindo o placar para o alvinegro cearense aos 8min.

Vendo a pouca criatividade de seu meio-campo, o técnico Vágner Mancini tentou mudar as coisas com a entrada do veterano Baiano em lugar de Mário Lúcio. A mexida supriu a deficiência na criação de jogadas do Guarani, já que Baiano trouxe veneno para o goleiro Diego nas bolas paradas, como aos 27min, quando o goleiro do Ceará teve que espalmar bola para linha de fundo após cobrança de falta do meio-campo.

Pouco depois, aos 29, Baiano foi decisivo para o empate. Em cobrança de falta executada por ele na esquerda, a bola chegou até Ricardo Xavier, que usou a cabeça e se aproveitou da saída errada do goleiro do alvinegro cearense para empatar o confronto.

O gol empolgou a equipe da casa, que partiu para cima dos cearenses. Aos 42min, Rodrigo Heffner cruzou da direita, Diego espalmou e Baiano desviou para a conclusão de Mazola, que bateu na rede pelo lado de fora. O Ceará segurou a empolgação do time da casa e garantiu o empate, se consolidando no G-4.

FICHA TÉCNICA

Guarani 1 x 1 Ceará

Gols

Guarani: Ricardo Xavier, aos 29min do 2º tempo

Ceará Ernandes, aos 8min do 2º tempo

Ponto Forte do Guarani

Melhorou com a entrada de Baiano no segundo tempo, que levava perigo com as bolas paradas.

Ponto Forte do Ceará

Quando partiu para cima do time da casa, apareceu bem no ataque, principalmente com as investidas do lateral Ernandes no lado esquerdo do ataque.

Ponto Fraco do Guarani

Meio-campo inativo, criou poucas chances de ataque, principalmente na primeira etapa

Ponto Fraco do Ceará

Recuou após conseguir a vantagem e não conseguiu neutralizar as perigosas bolas paradas do veterano meia Baiano

Personagem do jogo

Baiano saiu do banco e passou a dar as assitências que a equipe de Vágner Mancini tanto precisava. O aniversariante do dia Ricardo Xavier marcou após assistência do veterano meia.

Esquema Tático do Guarani

4-4-2

Douglas, Apodi (Rodrigo Heffner), Fabão, Ailson e Marcio Careca; Renan, Paulo Roberto, Mário Lúcio (Baiano) e Preto (Geovane); Mazola e Ricardo Xavier. Técnico: Vágner Mancini

Esquema Tático do Ceará

4-4-2

Diego; Oziel, Anderson, Fabrício e Ernandes; Michel, Careca, João Marcos e Geraldo (Tony); Misael e Washington (Wellington Amorim).Técnico: Estevam Soares

Cartões amarelos

Guarani: Ricardo Xavier, Mazola e Fabão

Ceará Anderson, Ernandes e Geraldo

Árbitro

Márcio Chagas da Silva (RS)

Local

Estádio Brinco de Ouro, Campinas (SP)

Fonte: Terra, www.terra.com.br