Fred pode ser suspenso por quatro anos se o doping for confirmado

Fred, do Shakhtar, pode ser suspenso por quatro anos

A imagem da seleção brasileira pode sofrer um estrago ainda maior do que a mancha causada por seu péssimo desempenho na Copa América, no Chile, quando caiu diante do Paraguai nas quartas de final. O meia Fred, do Shakhtar Donetsk, foi flagrado num exame antidoping realizado durante a competição encerrada no início do mês. Se a contraprova a ser analisada nesta terça-feira for positiva — como ocorre na maioria dos casos —, o jogador deverá ser suspenso por quatro anos.


Image title

O diurético hidroclorotiazida foi detectado na urina de Fred. Tal substância está entre as "não especificadas" no código mundial antidoping, que ocasionam punições mais rigorosas.

A pouco mais de dois meses do confronto com o Chile, na estreia nas Eliminatórias para a Copa de 2018, a CBF aguarda com cautela a prova B ser aberta nesta terça, num laboratório na Colômbia.

- O processo ainda vai se completa - disse o secretário-geral da CBF, Walter Feldman. - A partir daí, pessoas ligadas à comissão técnica irão se pronunciar.

Fred está com o Shakhtar na Turquia, onde o time enfrenta também nesta terça-feira o Fenerbahçe, pelas eliminatórias da Champions League. Sua participação no jogo está ameaçada, já que, caso a contraprova seja positiva, a suspensão por 30 dias é automática, antes mesmo do julgamento da Fifa.

O médico Fernando Solera, presidente da Comissão de Controle de Doping da CBF, e integrante do quadro da Fifa, não quis falar especificamente sobre Fred, mas fez uma análise genérica: - Em 35 anos nessa área, vi somente um caso dar positivo na prova A e negativo na B.

Se Fred for suspenso, causará dois prejuízos ao futebol brasileiro: à seleção, que já não terá Neymar nos dois primeiros jogos das Eliminatórias - contra Chile e Venezuela -, e à equipe olímpica, já que, aos 22 anos, o jovem meia disputou alguns amistosos ainda sob o comando de Alexandre Gallo.

O diurético hidroclorotiazida é usado normalmente no tratamento de hipertensão, insuficiência cardíaca, cirrose hepática e problema renal. É proibido em competições esportivas por eliminar o vestígio de drogas e anfetaminas que tenham sido consumidas.

A seleção não corre risco de punição caso a contraprova confirme o doping de Fred, convocado para a Copa América em substituição a Luiz Gustavo, do Wolfsburg, que se machucou.

Fonte: Com informações do Jornal Extra