Fred some da web e faz aparição estratégica em crise do Flu; veja

Fred some da web e faz aparição estratégica em crise do Flu; veja

Lesionado há quatro meses, o jogador desapareceu em novembro das redes sociais

Em meio à fase delicada do Fluminense dentro de campo, o atacante Fred tem mantido uma postura mais discreta do que a habitual nos últimos 30 dias. Lesionado há quatro meses, o jogador desapareceu em novembro das redes sociais onde costumava ser presença frequente mesmo após o problema muscular e passou a fazer aparições presenciais em momentos estratégicos do Tricolor, como na chegada do técnico Dorival Junior, na semana passada.

Mesmo lesionado há quatro meses, a mudança de comportamento de Fred nas redes sociais ocorreu apenas no fim de outubro, quando a crise estourou no Fluminense após uma derrota por 3 a 2 para o Vitória, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. A última postagem do atacante no Twitter, por exemplo, aconteceu no dia 24 de outubro. Somente naquele mês foram 15 mensagens no perfil do atleta.

O uso constante de contas no Facebook, Instagram e Twitter fez até mesmo com que Fred fosse protagonista na internet de campanhas de marketing do Fluminense, como a do lançamento da camisa laranja. Na ocasião, o clube aproveitou o grande número de seguidores do atacante - cerca de 665 mil - para aumentar a expectativa para a chegada do novo uniforme. O Tricolor, por exemplo, conta com "apenas" 108 mil adeptos na rede social.

Segundo a assessoria de imprensa de Fred, o "sumiço" não foi fruto de orientação dada ao atleta. O staff, no entanto, ressaltou a experiência do camisa 9 e sua sabedoria em usar as redes sociais da melhor maneira de acordo com o momento do Fluminense em campo. O atacante vinha sofrendo críticas na internet por sua ausência no momento delicado do Tricolor no Campeonato Brasileiro.

Outro motivo apontado para o desaparecimento de Fred das redes sociais é a diminuição dos compromissos extracampo do atleta. O jogador tem treinado com frequência em dois períodos no Fluminense, o que reduz seu tempo livre longe dos gramados. O atleta também estaria abatido por estar parado em momentos decisivos do Tricolor e da seleção brasileira.

Por outro lado, Fred procurou mostrar apoio aos companheiros de time com aparições antes pouco frequentes. O centroavante voltou a frequentar o vestiário tricolor no Maracanã, onde esteve presente nas vitórias sobre o Náutico e o São Paulo, nas últimas rodadas. Além disso, o atacante foi de forma voluntária ao segundo treino promovido por Dorival Junior no clube, na semana passada.

Na ocasião, o camisa 9 realizou tratamento à tarde nas Laranjeiras e depois foi para a Escola de Educação Física do Exército, na Urca, onde o restante do grupo treinava normalmente. Lá, conversou com o recém-chegado Dorival e apenas brincou com os companheiros, uma vez que já havia encerrado suas obrigações na sede do Tricolor.

Já a volta do atacante nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro parece cada vez mais distante. Além da lesão na coxa direita, o departamento médico do Fluminense descobriu um edema próximo ao local que estendeu o tempo de recuperação previsto. O jogador, que já estava treinando em campo, voltou a realizar apenas fisioterapia.

Atualmente na 15ª posição, o Fluminense lutará contra o rebaixamento nas últimas três rodadas do Campeonato Brasileiro. O Tricolor tem 42 pontos e precisa de ao menos quatro, segundo suas próprias contas, para garantir sua permanência na Série A. O próximo adversário é o Santos, em Presidente Prudente (SP), às 17h de domingo, pela 36ª rodada.

Fonte: GloboEsporte