Fred toma suspensão de quatro jogos e pensa em deixar o Brasil

Fred toma suspensão de quatro jogos e pensa em deixar o Brasil

O Fluminense vai recorrer da decisão.

A cotovelada de Fred em Jomar, no clássico contra o Vasco, no último dia 21, rendeu ao atacante Fred quatro jogos de suspensão. Como ele já cumpriu suspensão automática no confronto diante do Grêmio, em Porto Alegre, que resultou na demissão de Abel Braga, o jogador ainda terá que cumprir mais três partidas. O artilheiro tricolor está fora da partida contra a Ponte Preta, no domingo, em Campinas e também nos confrontos contra o Vitória, em Salvador e no clássico contra o Flamengo, no próximo dia 11.

Muito abalado, o jogador falou até em repensar a carreira e chegou a dizer que se tiver uma proposta boa para ele e para o Fluminense, pensaria em sair do clube. O Fluminense vai recorrer da decisão.

"Fico muito triste, muito chateado pela situação, é complicado. Sempre quero ajudar os companheiros, mas ficar dessa forma ai...Mas tem tanta coisa aparecendo aí, vamos ser se tenho de cumprir mesmo, se aparece algo bom aí, jogar fora. Penso em aceitar alguma proposta, em sair, isso deixa a gente angustiado", disse.

Desanimado com a decisão, o jogador mostrou que foi muito claro em seu depoimento e que não teve nenhuma intenção em agredir o zagueiro Jomar, do Vasco. Muito abalado, ele falou sobre repensar a carreira e disse que quer ficar no Brasil, mas que dessa maneira, fica complicado.

"Fui claro no depoimento, não tive intenção de machucar companheiro de profissão. Ele não teve a intenção de me agredir. Faz a gente repensar a carreira inteira. Quero ficar aqui, mas fica difícil".

O advogado do Fluminense, Mário Bittencourt confirmou que vai entrar com o pedido de efeito suspensivo ainda nesta sexta-feira para o atacante Fred. Com isso, o camisa 9 pode até participar do jogo diante da Ponte Preta, já que essa decisão pode sair através de um fax até a hora da partida.

O zagueiro Jomar, do Vasco, levou apenas uma advertência da procuradoria e não terá que cumprir nenhum jogo. Outro jogador tricolor presente no julgamento, o zagueiro Digão já cumpriu a suspensão automática e foi absolvido de uma punição maior.

Fonte: Terra