Furacão escapa da degola e Fla é só 5º

Furacão escapa da degola e Fla é só 5º

Os dois times tinham objetivos claros e distintos na partida

deste domingo, pela última rodada do

Brasileiro. Porém, desde que a bola rolou, apenas o Atlético-PR

demonstrou vontade de consegui-lo. No fim, venceu facilmente o

Flamengo

por 5 a 3, na Arena da Baixada, se garantiu na Primeira Divisão

e acabou com o sonho do adversário de disputar a próxima Taça Libertadores.

 

Com o estádio lotado e direito a uma prece coletiva antes do

jogo, o Furacão se inspirou e engoliu os visitantes física e

taticamente. No fim, o técnico Geninho, que assumiu o time em

situação crítica, teve o nome cantado em coro pela torcida. A

equipe termina a competição com 45 pontos e classificada para

Copa Sul-Americana, assim como o Fla.

 

O mesmo direito terá o Flamengo, quinto colocado, com 64 pontos.

Entretanto, para os cariocas resta o gosto de frustração. O

Palmeiras perdeu para o Botafogo por 1 a 0 e bastava uma vitória

fora de casa para o time retornar ao G-4. Pelo que apresentou,

a goleada ficou barata. A atuação desastrosa termina de forma

melancólica a era Caio Júnior no comando da equipe. O treinador

deve entregar o cargo ainda nesta semana.

 

Atlético-PR domina, e Fla sai no lucro na primeira etapa

 

Empurrado por sua torcida, o Atlético-PR iniciou a partida no

campo de ataque, mas sem criar oportunidades de gol. Sem

conseguir trocar passes do meio-campo para frente, o Flamengo

ficou preso e sem saída de bola. Mesmo assim, deu o primeiro

chute perigoso. Aos dez minutos, Diego Tardelli recebeu na

intermediária e chutou. Galatto espalmou.


A fragilidade do time montado por Caio Júnior

ficou evidente aos 12 minutos. Depois de uma falta lateral

cobrada por Netinho, Toró subiu mal e cabeceou para o próprio

gol. Festa no ?caldeirão? da Baixada

Fonte: GloboEspote, www.globoesporte.com