Barcelona bate Sevilla por 5 a 4 e conquista Supercopa

O Barcelona tomou susto, mas venceu nesta terça-feira o Sevilla

Image title


O Barcelona tomou susto, mas venceu nesta terça-feira o Sevilla, em Tblisi, na Geórgia, por 5 a 4, depois de disputa de tempo normal e prorrogação, conquistando assim a Supercopa da Europa, de que agora é o maior vencedor, ao lado do Milan, com cinco troféus.

A partida começou com o campeão da Liga Europa na frente, aos 3 minutos do primeiro tempo, com gol de falta do argentino Éver Banega. Também na bola parada, Lionel Messi respondeu o compatriota, igualou e virou para o dono da taça da Liga dos Campeões, marcando aos 7 e 16 minutos, respectivamente.


A partir daí, o time catalão passou a mandar no jogo, marcando aos 44 da etapa inicial com Rafinha e aos 7 da etapa final com Luis Suárez. A equipe da Andaluzia, no entanto, mostrou poder de reação, marcando com José Antonio Reyes, aos 12, Kevin Gameiro, aos 27 (de pênalti), e Yevhen Konoplyanka, aos 36.

No tempo extra, o ritmo caiu muito, com o rivais mostrando cansaço, principalmente por se tratar de início de temporada. Aos 9 da etapa complementar, após duas tentativas de Messi, Pedro pegou rebote e fuzilou para o fundo das redes, no que pode ser seu último gol pelo Barça, devido especulações de transferência para Manchester United ou Bayern de Munique.

Esta foi a quinta vez que o os 'blaugranas' levantaram o troféu - as outras foram em 1992, 1997, 2009 e 2011 -, igualando o Milan na condição de maior campeão. A equipe 'rossonera' levou a melhor na disputa em 1989, 1990, 1994, 2003 e 2007. Além disso, Messi e companha deram o troco na derrota para o Sevilla em 2006. A vitória em Tblisi, ainda faz com que o Barcelona siga com chances de levantar todos os troféus disputados neste ano.

Já campeão da 'Champions', do Campeonato Espanhol e da Copa do Rei, com a Supercopa da Europa, só restam ao clube a Supercopa da Espanha, em que encarará o Athletic Bilbao, e o Campeonato Mundial de Clubes.Hoje, o time catalão chegou para o jogo desfalcado de Neymar por causa de uma caxumba. Outro que não pôde atuar foi o lateral-esquerdo Jordi Alba, que se recupera de lesão, assim como Douglas. Os meias Arda Turan e Aleix Vidal, por outro lado, não estarão disponíveis até janeiro, devido punição ao clube.

No Sevilla, o zagueiro Daniel Carriço e o meia Steven N'Zonzi ficaram de fora da partida. O segundo, por causa de uma gastroenterite causada por salmonella, que também afetou os zagueiros Timotheé Kolodziejczak e Adil Rami, que formaram a dupla de zaga da equipe.Entre os titulares, se Neymar ficou fora, Rafinha Alcântara foi o substituto, tenho a companhia de Daniel Alves. Adriano, no Barcelona, e Mariano, no time andaluz, começaram a partida no banco de reservas, sendo que apenas o ex-Fluminense entrou em campo, na etapa complementar.

Image title



Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Terra